Neymar, juntamente com seu pai, que também é seu empresário, foram oficialmente condenados pela #Justiça Federal de São Paulo a pagarem uma multa devido a manobras fiscais feitas nos anos de 2007 e 2008. Na base da acusação estava a garantia da justiça brasileira que ambos tinham realizado manobras fiscais, como a criação de uma empresa, apenas para pagarem uma taxa tributária menor. A decisão de primeira instância do tribunal revelou que a pena a ser cumprida por ambos seria uma multa no valor de 460 mil reais.

Tal como aconteceu com Mascherano, que foi recentemente condenado a um ano de prisão por ter fugido ao fisco na Espanha, também Neymar foi agora condenado por manobras ilegais muito semelhantes.

Publicidade
Publicidade

Segundo revela o site “UOL Esporte”, a acusação garantiu que o pai de Neymar criou uma empresa apenas para o filho declarar o seu salário como, na sua grande maioria, dinheiro proveniente dos seus direitos de imagem, que cobra menos imposto.

A manobra fiscal, que também teria sido usada por Mascherano e também Lionel Messi, que vai a tribunal no próximo mês de junho, foi detectada pela Justiça Federal brasileira que condenou formalmente Neymar e o seu pai a terem que pagar à receita fiscal 460 mil reais, a suposta diferença do dinheiro que o jogador conseguiu poupar devido a essas manobras fiscais, acrescido de uma multa imposta pela Justiça.

Apesar do atacante do Barcelona e o seu pai ainda terem a vontade de recorrer da decisão do tribunal, mais um jogador do Barcelona ficou manchado com uma condenação formal por parte de um Tribunal, todas elas motivadas pelas fugas ao fisco.

Publicidade

Agora será a vez de Lionel Messi de se defender das acusações feitas pelo Estado Espanhol, que pretende receber uma multa muito elevada mais a condenação até dois anos de prisão para o melhor jogador de futebol do mundo.

Nas redes sociais, mais uma condenação de um jogador do Barcelona está causando muito desconforto e revolta, sendo que a decisão da Justiça Federal está prejudicando muito a imagem pública de Neymar e do seu pai. #Negócios #Imposto de Renda