Pinto da Costa revelou o momento que fez com que o Sporting e o FC Porto cortassem as suas relações institucionais. Em entrevista ao “Porto Canal”, o Presidente do FC Porto contou a história que Bruno de Carvalho enviou uma mensagem ao clube portista em forma de ameaça. Segundo Pinto da Costa, o Presidente do Sporting disse que ele tinha que “pedir desculpas em 24 horas”, algo que surpreendeu a direção portista, mas que nem por isso fez com que perdesse a compostura.

“O Dr. Bruno de Carvalho enviou uma carta na qual disse que um vice-presidente não o tinha cumprimentado e que por isso queria um pedido de desculpas em um espaço de 24 horas.

Publicidade
Publicidade

O que poderia fazer depois de uma coisa dessas? Eles optaram por cortar todas as relações”, garantiu Pinto da Costa ao “Porto Canal”, falando sobre seu relacionamento com o dirigente mais falado pela mídia internacional atualmente.

Pinto da Costa também comentou a rivalidade atual entre o Sporting e o Benfica, confessando que aquilo parece uma guerra e que quer estar o mais longe possível dessas guerras. Na mesma entrevista ao “Porto Canal”, o lendário Presidente do FC Porto anunciou sua recandidatura ao cargo, dias depois de ter sido muito criticado por ter contratado o técnico José Peseiro, que para a maioria dos portistas não apresenta as qualidades necessárias para conduzir o clube à vitória do Campeonato português.

Após demitir Lopetegui há poucas semanas, Pinto da Costa também não fugiu às questões relacionadas com o técnico espanhol, garantindo que ele nunca “conseguiu se adaptar ao futebol português”, fazendo com que o presidente fosse obrigado a demitir o técnico.

Publicidade

Ainda assim, o presidente do FC Porto parece estar muito confiante no futuro do FC Porto, agora comandado pelo pouco amado José Peseiro, apesar da opinião contrária dos portistas que nas redes sociais começam questionando as reais capacidades de um dos presidentes mais conceituados e premiados do mundo, principalmente após o clube ter estado sem vencer um título nos últimos dois anos, algo pouco comum no clube. #Europa #Futebol Internacional