André Villas-Boas garantiu novamente que o FC Porto é o seu eterno clube, mas que, pelo menos por enquanto, seu regresso ao Dragão parece ser “altamente improvável”. Em declarações ao “Bein Sports”, o técnico do Zenit, que vai sair do clube russo no final da temporada, abordou pela primeira vez os constantes rumores que colocam o português na rota do FC Porto. Apesar de garantir que seu coração está no clube português, o ainda jovem técnico considera que o momento para regressar a um local onde foi muito feliz, pode não ser exatamente agora.

Com o anúncio de José Peseiro por horas, o plano do FC Porto para a gestão dos seus treinadores parece ser cada vez mais claro: o clube quer Peseiro até junho, para depois sim conseguir garantir um técnico de elite mundial.

Publicidade
Publicidade

Porém esse novo treinador não parece ser André Villas-Boas, o enorme favorito da maioria dos portistas, que nas redes sociais até afirmaram que preferiam ver Villas-Boas como técnico do clube a José Mourinho.

“O FC Porto é o meu clube e é sempre um sonho voltar um dia. No entanto, considero altamente improvável que isso aconteça em um futuro próximo”, garantiu André Villas-Boas em entrevista ao “Bein Sports”, desiludindo milhares de portugueses, principalmente portistas, que estavam contando que o clube portista estava apenas esperando que o português estivesse livre para garantir sua contratação em junho.

Assim, caso José Peseiro não consiga vencer o Campeonato português, tarefa bastante complicada dada a distância atual do FC Porto para os restantes rivais, o clube vai mesmo procurar novamente um técnico com provas dadas internacionalmente.

Publicidade

Assim, nomes como Marco Silva e Leonardo Jardim ganham novamente força, sendo que, pelo menos por enquanto, Villas-Boas não parece estar muito disposto a aceitar voltar ao seu clube de coração, provavelmente tentando comandar um grande time europeu, com mais capacidades financeiras que o time português. Enquanto junho não chega, Pinto da Costa, presidente portista, está sendo atualmente criticado por sua torcida nas redes sociais, sendo que muitas mensagens questionam as capacidades de gestão do lendário dirigente portista. #Negócios #Europa #Futebol Internacional