Considerado o “azarão” do dia, o jogador brasileiro Wendell Lira desbancou o ‘gigante’ do #Futebol #Lionel Messi, eleito o melhor jogador do mundo pela quinta vez, e conquistou o Prêmio Puskas de gol mais bonito de 2015. Quando marcou o gol (uma meia bicicleta de bela plasticidade), Wendell ainda era jogador do modesto Goianésia (hoje ele joga no Vila Nova, também de Goiás).

Além de Messi, do Barcelona, o jogador brasileiro superou também o italiano Alessandro Florenzi, do Roma. Messi marcou um belo gol após deixar quatro jogadores do Athletic de Bilbao para trás em uma arrancada espetacular na final da Copa do Rey, na Espanha.

Publicidade
Publicidade

Já Florenzi foi gabaritado a disputar o prêmio após acertar um chute da linha lateral, que atravessou quase todo o meio campo do Barcelona, durante partida pela Liga dos Campeões da Europa.

No entanto, quem ficou mesmo com o prêmio foi o “desconhecido” Wendell Lira, que trouxe o troféu pela segunda vez para o Brasil (Em 2010 o prêmio ficou com Neymar, quando este ainda jogava pelo Santos, após um gol antológico feito contra o Flamengo pelo Campeonato Brasileiro daquele ano).

Em seu discurso, Wendell deu um show de humildade e emocionou a todos os presentes na cerimônia e também aqueles que acompanhavam pela TV. No momento mais marcante de sua fala, ele citou a história bíblica na qual ‘Davi derrota o gigante Golias’, citação bastante apropriada para o que ele fez nesta premiação. #Futebol Internacional