O maior negócio do futebol mundial pode estar a poucos meses de ser concretizado. Segundo informa o jornal “Marca”, que tem excelentes relações com a direção do clube, Cristiano Ronaldo vai mesmo ser vendido, sendo que Bale e Benzema também podem ter o mesmo destino. O grande objetivo de Florentino Pérez é conseguir “roubar” Neymar d eterno rival Barcelona, remodelando o seu time e ao mesmo tempo provocar uma enorme baixa no rival.

Para a direção do Real Madrid, vários são os fatores para #Cristiano Ronaldo ter passado, em um espaço de poucos mais de um ano, a melhor jogador do planeta para dispensável. Além dos constantes problemas internos que o craque português provoca constantemente, suas lesões crônicas no joelho, bem como sua idade já um pouco avançada, fazem com que o Real Madrid olhe para o craque de outra forma.

Publicidade
Publicidade

Por isso mesmo, tal como garante o jornal espanhol “Marca”, o clube quer olhar para seu futuro com outros olhos, tentando agora contratar Neymar ao rival Barcelona, nem que para isso seja necessário bater sua cláusula de rescisão que está atualmente nos 190 milhões de euros. Para conseguirem chegar a esse valor, além da venda surpreendente de Ronaldo, a direção pode ser obrigada a vender outro dos seus grandes craques da frente de ataque, ou seja, Gareth Bale ou então Benzema.

Em uma altura que Neymar não está contente com a proposta do Barcelona para a sua renovação contratual, visto que o clube oferece muito menos do que o craque brasileiro pretende - cerca de cinco milhões separam os dois lados -, o jogador pode também estar interessado em ingressar no rival Real Madrid, que como divulgou o jornal “Marca”, não tem qualquer tipo de problema em pagar o salário que o craque pretende.

Publicidade

Caso se confirme essas vendas no próximo verão, vários recordes podem ser batidos, sendo que atualmente a maior contratação feita por dois clubes de futebol está somente fixada nos 99,7 milhões de euros dados pelo Real Madrid por Gareth Bale, que nessa altura ultrapassou os valores de Cristiano Ronaldo. #Negócios #Futebol Internacional