Ele já lançou uma linha de relógios para comemorar seus vinte e cinco anos no #Futebol e foi sucesso absoluto. Agora, o ex-goleiro do São Paulo, Rogério Ceni, entrega aos fãs seu novo livro 'Rogério Ceni: MITO"que chega nas livrarias com duas versões, lançadas pela 'Companhia Editora Nacional'.

O 'Kit Mundial' vai sair um pouco salgado para o bolso do fã, mais de R$ 4 mil, mas valerá o preço. Contém uma caixa em tecido preto com o livro de capa dura, um par de luvas autografadas pelo jogador, medalha e placa de comemoração.

O livro ainda mostra imagens raras descrevendo a trajetória de Ceni no SPFC. As caixas trazem numeração exclusiva, informando a quantidade exata dos gols que Rogério Ceni marcou enquanto vestia a camisa do São Paulo Futebol Clube, um total de 131.

Publicidade
Publicidade

Quanto ao Kit Libertadores, versão menos sofisticada, vai custar mais barato para o torcedor são-paulino, pouco menos de R$ 1 mil. Inclui uma caixa de papelão especial contendo um livro capa dura na cor vermelha e um par de luvas, devidamente autografadas.

Essa edição também leva uma numeração, com a quantidade em números de partidas que ele protagonizou, 1.237. Nos #Livros podem ser encontradas mais de 140 fotografias, nas edições também estão incluídas prefácio musical do cantor são-paulino, Nando Reis.

O jogador Rogério Ceni foi descoberto pelo Sinop, do Mato Grosso, em 1990 e no mesmo ano teve sua contratação confirmada com o clube do São Paulo. Firmando-se cada vez mais tornou-se titular absoluto de 1997 até 2015, quando decidiu aposentar-se. Personagem ímpar na história do futebol brasileiro, ele é na atualidade o jogador que permaneceu por mais tempo no mesmo clube; sua trajetória no futebol é fabulosa e coroada de grandes vitória.

Publicidade

No ano de 2015, em partida contra o Botafogo, Ceni assinaliou 1.117 jogos, superando a marca deixada pelo rei Pelé. Nesse mesmo jog,o o goleiro-artilheiro recebeu dois certificados do 'Livro Guiness dos Recordes', um dos certificados por maior quantidade de jogos no mesmo time e o outro, pelo maior número de jogos, atuando como capitão na mesma equipe.

Ganhou ainda a oficialização do jogador que mais usou a braçadeira de capitão, bem como um certificado com o número de gols.