Ronaldinho Gaúcho está negociando com o #Futebol inglês e poderá disputar a Barclays Premier League nesta temporada de 2016, segundo declaração dada a imprensa pelo próprio irmão do jogador, o empresário e também ex-jogador Assis Moreira.

De acordo com as declarações de Assis, Ronaldinho Gaúcho possui várias propostas do futebol inglês. Além de propostas para jogar na Europa, clubes asiáticos e americanos também se interessam pelo jogador.

Os clubes ingleses sonham em ter Ronaldinho Gaúcho há muito tempo. O craque do futebol brasileiro, que se sagrou campeão da Copa do Mundo de 2002 na Coréia e Japão, já recebeu propostas no ano de 2003, feitas pelo poderoso Manchester United, quando ainda atuava pelo PSG, e também em 2011, feitas pelo clube sem muita tradição no futebol, o Blackburn Rovers.

Publicidade
Publicidade

Ronaldinho Gaúcho está sem contrato vinculado a nenhum clube desde sua rescisão contratual com o Fluminense em setembro do ano passado. Na oportunidade, Ronaldinho ficou somente dois meses no clube carioca.

Segundo Assis, Ronaldinho quer jogar por mais cinco anos. E declarou que a preferência agora é pelo clube que pagar o salário mais extravagante. O que confirma que Ronaldinho deve fechar contrato com algum clube dos Estados Unidos ou da China.

O jogador disse que não deseja se aposentar do futebol por agora, pois ainda lhe dá alegria jogar. Atualmente ele está com 35 anos. O auge da carreira foi quando recebeu o prêmio de melhor jogador do mundo da FIFA, em duas oportunidades, 2004 e 2005, quando atuava pelo Barcelona.

No Brasil, o seu melhor momento foi no Atlético Mineiro, quando venceu a Copa Libertadores da América em 2013. O que resultou também no recebimento de um prêmio muito importante dado a um jogador que atua no continente americano, o prêmio Rei da América, concedido pelo jornal uruguaio “El Pais”.

Publicidade

Seu último clube foi o Querétaro do México. Sua passagem pelo futebol mexicano foi apagada, jogou 32 jogos e só anotou 8 gols. Oscilando entre atuações boas e ruins e não sendo nem sombra do grande jogador que encantou o mundo entre os anos de 2000 e 2005. #EUA #Futebol Internacional