O atacante Javier Saviola decidiu rescindir seu contrato com o clube argentino River Plate, que o revelou no final dos anos 90. Pouco aproveitado pelo treinador Marcelo Gallardo, o atacante fez parte da campanha do título da Copa Libertadores de 2015.

Em comunicado, Saviola afirmou desejar que o desfecho da sua história com o River fosse outro. "Analisando minha situação atual com a comissão técnica, tomei a difícil decisão de não continuar jogando no River Plate. Queria ter um final diferente para minha volta ao clube, mas às vezes os sonhos não acontecem como nós queremos", explicou.

Trajetória

Saviola surgiu como uma grande revelação do #Futebol argentino em 1999.

Publicidade
Publicidade

Ele brilhou pelo clube por duas temporadas e, em 2001, foi vendido para o poderoso Barcelona. A aposta no jovem atacante se mostrou acertada e logo Saviola se tornou titular, fato que o ajudou também na seleção do seu país. 

Três anos depois, porém, seu rendimento caiu e ele foi emprestado para Monaco e Sevilla. Já em 2007, em uma manobra ousada, Saviola acertou sua transferência para o Real Madrid. Apesar de continuar sendo um atacante perigoso, não brilhou tanto e acabou negociado.

O clube seguinte foi o Benfica, onde foi ídolo e recuperou o prestígio. Foi campeão português pelos Encarnados e ficou mais três anos jogando pelo clube. A partir daí, já experiente, passou por Málaga (ESP), Olimpiacos (GRE) e Hellas Verona (ITA). 

O retorno à Argentina

Em baixa no futebol europeu, Saviola voltou ao River Plate.

Publicidade

Mesmo pouco utilizado, esteve presente na boa campanha que resultou no título da Copa Libertadores de 2015. Credenciado ao Mundial de Clubes, ele reencontrou o Barcelona na final, mas o River perdeu a partida por 3 a 0.

Agora livre para assinar com outro clube, Javier Saviola deve permanecer no futebol argentino ou apostar em centros alternativos de futebol, como a China ou a Índia, que têm contratado muitos jogadores experientes - no caso da Índia, até alguns ex-jogadores, para aumentar a popularidade do esporte no país. #Futebol Internacional