José Mourinho enviou uma carta, em forma de candidatura, para o Manchester United, segundo garante o canal “ESPN”. A publicação garante que o técnico português enviou para a direção do clube inglês uma carta onde apresenta seu projeto, caso seja escolhido para comandar o lendário clube inglês. Com Van Gaal sendo cada vez mais contestado no clube, após mais uma derrota, José Mourinho pode muito bem ser o escolhido pela direção do time, algo que seria uma grande traição para o antigo clube do português, o rival Chelsea.

Depois de várias semanas com férias forçadas, José Mourinho já revelou publicamente que não quer estar muito tempo sem trabalhar, porém, pelo menos para já, nenhum outro clube de grande dimensão mostrou interesse na sua contratação, tirando o Real Madrid, que foi automaticamente descartado pelo técnico.

Publicidade
Publicidade

Ansioso por voltar ao trabalho, tendo preferência por continuar em Inglaterra, sobretudo por causa do filho que tem um contrato com um time inglês, José Mourinho vê o Manchester United como o clube ideal para continuar sua brilhante carreira. Por isso mesmo, tal como garante o famoso canal da “ESPN”, Mourinho enviou uma candidatura à direção do United, na qual mostra um grande interesse por comandar o lendário clube e, sobretudo, explicando que seria o seu ambicioso plano para os próximos anos do clube, que já não conquista grandes títulos europeus há muitos anos.

Contudo, Van Gaal, mesmo perdendo com muita regularidade seus jogos no Campeonato inglês, jogando um futebol que não agrada a sua torcida, sobretudo porque o time marca poucos gols, continua merecendo alguma confiança por parte da direção do clube, que nunca gostou muito de mudar de técnicos, tendo ficado com Alex Ferguson durante décadas treinando o clube, mesmo quando em certos anos os resultados não eram os melhores.

Publicidade

Será que a candidatura e o interesse demonstrado por Mourinho é suficiente para ser contratado já na presente temporada, que tem sido desastrosa internamente mas também internacionalmente com Van Gaal? #Negócios #Europa #Futebol Internacional