O banco Caixa Econômica Federal divulgou suas cotas de patrocínios para clubes de #Futebol no Brasil para esse ano.As equipes do Fluminense, Santos e Botafogo ficaram de fora das cotas e não irão receber dinheiro do banco. O Vasco também não se acordou com o banco ainda. O #Corinthians ainda terá uma chance de reaprovar o acordo existente entre eles.

A Caixa irá investir nesse ano de 2016 a quantia de R$ 83 milhões para patrocinar os times brasileiros de futebol. Quem conseguiu continuar com uma boa fatia dessa quantia em dinheiro do banco foi o #Flamengo, que conseguiu revalidar seu acordo com a Caixa. Outras equipes conseguiram acordos para 2016 e estamparão em suas camisas o nome da Caixa.

Publicidade
Publicidade

Dentre eles estão, o Cruzeiro,  Atlético-MG, Coritiba, Atlético-PR e Sport.

A Caixa pode investir até 115 milhões de reais em clubes de futebol, com isso, a possibilidade de renovar com o Corinthians ainda existe, visto que a negociação não deve ficar por menos de 30 milhões de reais, que está próximo ao valor do contrato atual.

O gerente de publicidade do banco, Gerson Bordignon, disse ao site UOL Esportes que as conversas com o Corinthians ainda estão em fase de acordo do valor, pois é de interesse de ambos os lados renovar o contrato, falta também fechar o acordo com o Vasco. O banco tem valores fechados para negociar e não pode extrapolar seu orçamento. 

Os Valores

O clube com maior torcida no Brasil, Flamengo, ficou com a maior fatia do bolo e vai receber 25 milhões de reais. Na segunda posição ficaram dois clubes de Minas Gerais, Cruzeiro e Atlético-MG,que irão levar 12,5 milhões de reais de patrocínio pago pela Caixa.

Publicidade

Sport, Atlético-PR e Coritiba irão colocar a logo do banco nas camisas pelo valor de 6 milhões de reais. E o Figueirense, somado ao Chapecoense, embolsarão 8 milhões do banco, 4 para cada equipe. Já o CRB, que não está na série A, leva o valor de 1 milhão em patrocínio.

Ainda falta as definições do Corinthians e do Vasco que poderão compor a lista.O contrato com o clube paulista está em vias de se encerrar.