Parecia mais uma premiação como outra qualquer que a FIFA faz todos os anos. Aliás, nos últimos anos esta Bola de Ouro da Fifa tem sido uma mesmice só. Quem é que não sabe quem é que vai ganhar? Só existe duas opções: CR7 ou Messi. E com relação a esta notícia não mudou nada, desta vez o argentino pela quinta vez derrotou o português e sagrou-se o melhor do Mundo, só faltou Galvão gritando: "é penta, é pentaaaaaaaaaaa!!

Cristiano Ronaldo e Lionel Messi à parte, algo incrÍvel aconteceu. Numa terra de gigantes, onde cada participante exibe suas contas milionárias, um brasileirinho apareceu para ofuscar a luz de tantos sóis brilhantes que ali estavam.

Publicidade
Publicidade

"Wendell Lira é o nome dele", diria Galvão. Este rapaz que até bem pouco tempo defendia o modesto Goianésia Esporte Clube, um clube de uma cidade do mesmo nome no estado de Goiás, cidade esta com pouco mais de 650.000 habitantes. Pois foi ali que, Wendell Lira, de 27 anos e 1,74m de altura, derrubou gigantes e se tornou o autor do gol mais bonito do mundo em 2015.

Você pode até achar que não é tanto assim, mas, a verdade é que no elitismo europeu da Fifa achar espaço para um jogador do interior do Brasil é assim, sim. E podemos dizer que o Wendell Lira acertou em suas palavras ao comparar a situação a história bíblica de Davi e Golias. Nesta história o jovem Davi, um jovem menino e sem nenhum treinamento militar teve que enfrentar um experiente guerreiro inimigo, e terminou com a mais impressionante vitória que é contada e recontada ao longo dos tempos sempre que alguém faz algo parecido.

Publicidade

E não foi o que fez Wendell?

Um gol fantástico, e o humilde jogador que hoje defende a camisa do Vila Nova, aconteceu no mundo inteiro. Hoje não existe no mundo alguém que não conheça o Wendell Lira. Suas lágrimas e também as de sua esposa, mostram que ainda há lugar para o romantismo no #Futebol. Sim, neste futebol onde reina casos de corrupção e cada vez mais deixa o torcedor desacreditado, onde o dinheiro parece comprar a tudo e a todos, pessoas como o Wendell nos mostra que ainda há esperança. Parabéns Wendell Lira pelo prêmio mais que merecido. #Ataque #Resenha Esportiva