O Barcelona visitou o Levante, lanterna do Campeonato Espanhol e como já era de se esperar conquistou mais três pontos no Campeonato Espanhol. A vitória do time comandado por Luis Enrique valeu muito mais pelo recorde batido do que o #Futebol apresentado na manhã deste domingo. Com mais um triunfo, o atual treinador conseguiu chegar à marca do lendário Pep Guardiola, que na temporada 2010-2011 ficou 28 jogos sem conhecer a derrota. É a maior série de invencibilidade de clubes espanhóis na Liga.

Antes mesmo de chegar à marca de Guardiola, Luis Enrique já havia escrito seu nome como treinador na história do Barça, igualando à marca do time de Rinus Michel, na longínqua temporada de 1973/1974.

Publicidade
Publicidade

A conquista deste domingo mostra aos pessimistas que o Barcelona vai muito bem. Dificilmente alguém apostaria em um futebol tão exuberante do time catalão quando Guardiola resolveu procurar novos ares. Até porque, foram 14 títulos à frente de um dos melhores times do mundo, que sem sombra de dúvidas marcou época no mundo do futebol.

Em tempo, ninguém apostaria que Luis Enrique conseguiria controlar um time de tantas estrelas ou mesmo aplicar um futebol tão tático, bem parecido com o multicampeão Guardiola. Se por um lado Pep conquistou 14 títulos, o atual treinador segue com uma média pra ninguém colocar defeito, conseguindo cinco conquistas em apenas um ano e meio, incluindo uma tríplice coroa, logo em sua primeira temporada. À época, Lucas Romero é apresentado no Cruzeiro, derrotando os campeões das Ligas da Holanda, Inglaterra, França, Alemanha e Itália.

Publicidade

Além disso, para muitos, a equipe de Luis Enrique joga um futebol mais prático, mais incisivo, coisa que não era especialidade de Guardiola, treinador que sempre procurou mais a posse de bola, que o jogo rápido e de transições mais velozes.

Mesmo sofrendo com várias lesões de seus atletas, Enrique conta com o tridente de maior sucesso no futebol contemporâneo. Afinal, ter na mesma equipe o brasileiro Neymar, o uruguaio Suárez e o argentino Messi, faz diferença em qualquer equipe. Por outro lado, Pep também teve várias estrelas, entre eles o camaronês Eto’o, o brasileiro Ronaldinho, além das contratações de Ibrahimovic, David Villa, Cesc Fàbregas e Alexis Sánchez. Contudo, na prática, nenhum chegou aos pés em relação de desempenho do trio MSN.

Atualmente, Neymar, Suárez e Messi foram responsáveis por 81 gols dos 106 marcados pelo Barcelona na atual temporada. #Resenha Esportiva #FC Barcelona