Um jogo dos Distritais em Portugal, que ainda corresponde a um campeonato amador, terminou em violência ontem, dia 20 de fevereiro. Tal como informa o site “Notícias ao Minuto”, enquanto o primeiro tempo da partida entre o União Desportiva de São Veríssimo e o Paranóias ocorreu sem grandes problemas, uma expulsão de um dos jogadores no sgundo tempo fez com que uma verdadeira batalha campal se iniciasse. Apesar de nenhum membro das torcidas ter participado, jogadores e dirigentes portugueses só pararam depois da intervenção da polícia, que conseguiu deter quatro jovens para interrogatório.

Assim como acontece no Brasil, também em Portugal alguns dos jogos das divisões secundárias acabam dando mais problemas do que os principais jogos dos países.

Publicidade
Publicidade

Dessa vez, em Braga, uma das maiores cidades portuguesas, um jogo que contava apenas para os Distritais terminou aos 15 minutos do segundo tempo, quando a equipa visitante estava vencendo a partida por 2-1.

Segundo informa o site “Notícias ao Minuto”, a violência começou depois de dois jogadores, após a expulsão, terem começado a brigar violentamente. Rapidamente outros jogadores e também dirigentes dos dois times tentaram defender os seus atletas, acabando por aumentar assim o foco da violência, fazendo com que várias pessoas participassem em uma verdadeira batalha sangrenta dentro do gramado, provocando pelo menos dois feridos, que foram rapidamente direcionados para um hospital, não correndo nenhum deles perigo de vida.

Tal como garante a imprensa internacional, só mesmo com a ajuda da GNR, Polícia Portuguesa, foi possível controlar uma situação que se tornou muito complicada.

Publicidade

No meio de toda essa confusão, o time de juízes que estava apitando o encontro, que acabou terminado aos 17 minutos do segundo tempo, acabaram por escapar sem nenhum arranhão, um enorme visto que toda essa violência foi provocada por uma expulsão de um dos jogadores de campo.

O jogo agora vai ter que ser terminado em uma outra altura, sendo que cabe agora à Polícia Portuguesa descobrir quem foram os culpados e o que motivou a toda essa violência que, tal como garantem nas redes sociais, envergonha os portugueses. #Europa #Investigação Criminal #Casos de polícia