O São Paulo estreou pela Pré-#Libertadores nesta quarta-feira, 03, e apenas empatou por 1x1 com o frágil time peruano do César Vallejo, estreante na competição. Jogando na casa do adversário, no estádio Mansiche, em Trujillo, o tricolor paulista logo passou a dominar a partida, chegando com muita facilidade na meta dos peruanos.

Até os 17 minutos da primeira etapa, o São Paulo imperou no jogo, colocando duas bolas na trave do adversário e tendo, inclusive, um gol não validado pelo árbitro equatoriano Roddy Zambrano, que não viu a bola ultrapassar a linha do gol de Salomón Libman, após uma forte cabeçada do atacante Alan Kardec.

Publicidade
Publicidade

No entanto, aos 18 minutos, o meia Honberg acertou um incrível chute de fora da área no ângulo superior esquerdo do goleiro são-paulino Denis, abrindo o placar para os donos da casa, que, até então, não havia levando o menor perigo para a meta do time brasileiro. No momento do gol, o São Paulo constava com 70% de posse de bola, ou seja, com o total domínio da partida.

Depois do gol do César Vallejo, o São Paulo esboçou uma reação, chegando mais duas vezes com perigo na meta adversária. Contudo, depois de abrir o placar, os peruanos passaram a gostar mais do jogo, ameaçando o tricolor paulista em três oportunidades. Apesar das chances criadas por ambas as equipes, a bola não balançou mais as redes no primeiro tempo, que terminou mesmo 1x0 para os peruanos.

São Paulo melhora no 2º tempo e arranca empate

A segunda etapa começou como terminou a primeira, com a equipe do César Vallejo mais confiante e chegando com perigo na meta são-paulina.

Publicidade

Entretanto, aos poucos, o time paulista foi se reorganizando em campo, chegando ao empate aos 20 minutos, após bela jogada do atacante argentino Calleri, que estreou no time ao substituir Alan Kardec no intervalo da partida.

Depois do empate, o São Paulo voltou a crescer no jogo, dominando o adversário até o final, mas sem conseguir marcar o gol da virada. Após três minutos de acréscimo, o árbitro Roddy Zambrano encerrou a partida em 1x1.

Agora, o tricolor vai tentar a classificação na próxima quarta-feira, 10, diante de sua torcida no estádio do Pacaembu. Caso consiga a vaga, o São Paulo fará parte do Grupo 1 da Libertadores, encabeçado pelo atual campeão da competição, o argentino River Plate.

Jornalista avalia atuação do tricolor

Para o jornalista esportivo Gustavo Dantas, o São Paulo poderia ter conseguido um resultado melhor.

“Era notável a diferença técnica entre os dois times. O São Paulo é muito mais superior do que o César Vallejo. Porém, ao não aproveitar as chances que teve no início da partida, o time se prejudicou após o adversário marcar um gol inesperado.

Publicidade

Devido às circunstâncias do jogo, o resultado de empate foi até bom para o time brasileiro, mas, sem dúvidas, o tricolor poderia ter conseguido um resultado melhor”, lamenta Dantas.

“Apesar de não ter conseguido a vitória, eu gostei da postura do São Paulo, que buscou o ataque durante todo o jogo. É normal, neste início de temporada, o time apresentar algumas falhas, sobretudo, no sistema defensivo. Contudo, já se percebe um toque especial do treinador argentino Edgardo Bauza, principalmente em relação a um toque de bola mais refinado e uma marcação mais avançada. Acredito que, com o tempo, esse time do São Paulo vai está bem encaixado e poderá ser um forte candidato ao título da competição”, conclui o jornalista. #Futebol #Copa Libertadores 2016