Após mais de três meses sem jogar pelo #Flamengo, o meio-campo Ederson, 30, pode voltar a disputar um jogo oficial pelo rubro-negro neste domingo (27). O camisa 10 foi relacionado para a partida contra o Resende, válida pela 7ª rodada do grupo A da Taça Guanabara (1º turno do Campeonato Carioca), às 17h, no Estádio Raulino de Oliveira, na cidade de Volta Redonda. Ederson chegou ao Flamengo em julho de 2015 para reforçar a equipe no restante da temporada. Vindo de poucas atuações pela Lázio-ITA , o jogador atuou em apenas 10 partidas e marcou três gols pelo time carioca no ano passado.

Preparação especial

O último jogo disputado foi no dia 22 de novembro.

Publicidade
Publicidade

Em outubro, o jogador teve uma lesão no joelho direito e em novembro na coxa esquerda. Motivos que fizeram os torcedores ficaram de orelha em pé, já que o jogador chegou na Gávea com um recente histórico de lesões. Por conta disso, toda a comissão técnica preparou um esquema de recuperação especial, para que esse ano ele possa desempenhar o seu #Futebol sem qualquer problema físico.

A sua volta significa que o técnico Muricy Ramalho terá a dor de cabeça que todo treinador quer: ter boas opções para escalar os onze titulares. Apesar de usar o número consagrado por Zico, o atual 10 do Flamengo não é aquele armador clássico, que dita o ritmo do jogo e serve como o garçom do time. Ele até pode fazer isso, porém, o seu estilo de jogo é de um jogador que vem de trás de aparece para finalizar dentro de fora ou dentro da área.

Publicidade

Outra característica importante é a boa qualidade em chutes de bola da área, tanto com a bola em jogo como em faltas frontal ao gol adversário. De acordo com o Hoje, em tese, os considerados titulares no setor que Ederson atua são os volantes Cuéllar e William Arão, além do meio-campo argentino Federico Mancuello, que vem atuando como armador da equipe, dividindo essa função com Willian Arão.

Se no ano passado o Flamengo penou no Campeonato Brasileiro em muitos jogos pela falta de criatividade no meio-campo, em 2016, o plantel oferece ótimas opões. E tem ainda outras peças no banco, como os meias Éverton, Alan Patrick e Jajá. #Opinião