Após um primeiro tempo ruim, o #Grêmio venceu o Glória de Vacaria por 3 a 2, pelo Campeonato Gaúcho, na tarde deste sábado (27). Se o primeiro tempo foi fraco, parte do segundo tempo lembrou o Grêmio de #Futebol atraente e intenso que o técnico Roger conseguiu construir no segundo semestre de 2015. Depois de uma série de resultados negativos e atuações apagadas, o Grêmio vai com mais confiança para a segunda partida da Libertadores da América, na quarta-feira, contra a LDU, na Arena do Grêmio.

O primeiro tempo do Grêmio foi ruim, na tarde deste sábado. Os principais problemas são os que já vêm causando dificuldades ao time neste início de temporada: falta de movimentação, de aproximação e de intensidade.

Publicidade
Publicidade

Foram justamente esses três pontos que, no ano passado, fizeram dos jogos do time espetáculos agradáveis aos olhos de quem gosta de futebol e chamariz mesmo para os que não gostam tanto assim.

No primeiro tempo do jogo contra o Glória, essas dificuldades apareceram novamente. Somando-se a isso um erro técnico do excelente Maicon, o Grêmio saiu atrás no placar. O volante errou a saída de bola e entregou nos pés de Eder, que acertou um chute perfeito. O Grêmio ainda conseguiu empatar no final do primeiro tempo, com gol de Giuliano, que demonstrou sua calma e técnica ao driblar o goleiro e marcar após receber ótimo passe de Luan.

O início do segundo tempo foi bem diferente. Voltaram a movimentação, as jogadas de aproximação e a intensidade. O Grêmio teve muito mais posse de bola, foi bastante e bem ao ataque, mas conseguiu marcar apenas mais um gol, logo no início, com Pedro Geromel, após cruzamento da esquerda.

Publicidade

O segundo gol do Glória teve falha dupla de outros dois conhecidos pontos fracos do Grêmio: os laterais. Wallace Oliveira não estava no lugar, Kaio - que fazia a cobertura - foi vencido facilmente pela direita defensiva por Eder e Marcelo Oliveira não acompanhou o jogador que deveria marcar, Vinícius. 2 a 2. Depois do gol do Glória, o time de Vacaria teve diversas oportunidades de virar o jogo, mas Marcelo Groeh foi bem e impediu o terceiro gol.

A entrada de Bobô - no lugar de Everton - mais uma vez não fez efeito. O Grêmio segue com dificuldades para jogar com um centroavante. E, sem um matador, há dificuldade nas finalizações - foram incontáveis os gols perdidos e os "quase-gols". Entrou também Henrique Almeida no lugar do Maicon, deslocando Giuliano para o centro do campo. Foi Henrique Almeida quem, em uma jogada confusa, com erros da defesa do Glória quando teve a chance de recuperar a bola, fez o terceiro gol em uma pancada da entrada da área. Já nos acréscimos, Luan ainda fez o quarto em um chute que demonstrou mais uma vez sua boa qualidade técnica.

Publicidade

Foi o quarto gol do artilheiro do time no Gauchão.

Se o Grêmio jogar sempre como jogou a primeira metade do segundo tempo, tem um time que, em que pese suas deficiências, tem possibilidade de ir longe em todos os campeonatos que disputar. Com mais de 65% de posse de bola e mais de 500 passes trocados - contra 200 do Glória - o Grêmio tem uma cara, um estilo de jogo que funciona. Cabe superar as dificuldades e fazer com que as qualidades predominem. #Copa Libertadores 2016