O dia 03 de fevereiro de 2016 entra para a história do maior jogador argentino que passou pelo #Futebol brasileiro.

Revelado nas categorias de base do Club Atlético Ríver Plate, Argentina, fundado em 1901, destacando-se por sua habilidade, inteligência, chutes precisos e personalidade forte, Andrés Nicoláz D'Alessandro o "El Cabézon" conquistou seu 11º Título com a camisa do Sport Club Internacional (média de 1,375 Títulos por ano), clube que cria um vínculo vitalício com seus atletas que tornam-se também torcedores. Para se ter uma ideia da superioridade sobre o Grêmio de Porto Alegre que ganhou 1 título gaúcho em 15 anos.

Jogador sanguineo e cerebral, clássico meia-esquerda da escola argentina, que flutuava nas costas dos volantes adversários como poucos.

Publicidade
Publicidade

Pega-se uma estatística nestes 8 anos de clube e se verá o alto índice de passes certos.

Jogadores diferenciados são também aqueles que sempre acabam a jogada com alguma vantagem para seu time. Se não foi o gol, será uma falta a favor, um escanteio, uma lateral. Esse era o futebol de D'Alessandro, capitão do clube mais vencedor do Brasil.

Volta para casa na hora certa, no final de carreira, em um momento que a Argentina começa a voltar ao cenário político como potência que antes fora, para lutar pelo seu time de origem conquistar a 4ª Libertadores. Todo bom colorado também irá torcer pelos hermanos blancos y rojos.

Fica a lição de amor ao clube, busca incessante pela vitória, até o último minuto de jogo. Já é parte da vitoriosa história da Academia do Povo.

Com a camisa do Inter, o meia disputou 341 partidas, marcou 76 e gols e foi responsável por 79 assistências.

Publicidade

Em 2008 conquistou seu 1º título com a camisa vermelha levantando a inédia Copa Sul-Americana de forma invicta, sendo um dos destaques na final contra o Estudiantes de La Plata. Foi campeão invicto do Campeonato Gaúcho de 2009.

Na data de 18 de agosto de 2010, D'Alessandro conquistou o maior título da sua já vitoriosa carreira ao erguer a 2ª Taça Libertadores de América do Internacional. Dono da camisa 10 foi principal destaque nessa conquista.

Em 2012 D'Alessandro conquistou seu primeiro título como capitão do Internacional. O time perdia por 1-0 para o Caxias em pleno estádio Beira-Rio. Voltando de lesão D'Alessandro entrou no 2º tempo e, como sempre, deu outra cara à equipe. O Internacional virou o jogo e levantou a taça gaúcha pela 41ª vez.

No dia 6 de abril de 2014 entrou para a história ao marcar o primeiro gol da reinauguração do Estádio Beira Rio contra a tradicional equipe do Peñarol do Uruguai.

Títulos conquistados pelo Inter:

Campeão da Copa Sul-Americana: 2008; Gauchão: 2009, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015; Copa Suruga Bank: 2009; Libertadores: 2010; Recopa: 2011; E na despedida de D'Ale, Inter é campeão da Recopa Gaúcha 2016. #Negócios #Copa Libertadores 2016