Já é oficial: o Manchester City anunciou a contratação de Pep Guardiola para treinar a equipe a partir da próxima temporada. O espanhol já sabia que estava de saída do Bayern de Munique e era quase certo que seu destino seria a Inglaterra. Agora devem começar as especulações sobre contratações, já que dinheiro não é problema para o clube de Manchester.

O treinador

Guardiola já havia confirmado sua saída do clube que dirige atualmente, o Bayern de Munique, da Alemanha. Informações não oficiais inclusive noticiavam seus desejos de contratação quando chegasse à Inglaterra. Neymar, Messi e o goleiro Cláudio Bravo, todos do Barcelona, já foram especulados como possíveis reforços dos Citizens.

Publicidade
Publicidade

Pep Guardiola é um dos treinadores com maior número de êxitos nos últimos anos. À frente do Barcelona (clube pelo qual jogou quando atleta), ele venceu todos os títulos entre as competições que disputou: Copa do Mundo de Clubes da FIFA (duas), Liga dos Campeões da UEFA (duas), Supercopa da UEFA (duas), Campeonato Espanhol (três), Copa del Rey (duas), Supercopa da Espanha (três) e Troféu Joan Gamper (três). Pelo Bayern, foram ainda uma Copa do Mundo de Clubes da FIFA, uma Supercopa da UEFA, dois títulos do Campeonato Alemão e um da Copa da Alemanha.

Ele ainda vai terminar esta temporada pelo clube alemão, na qual é líder da Bundesliga com folga e ainda disputa a Copa da Alemanha e a UEFA Champions League.

Especulações

O destino de Guardiola já era esperado. Recentemente foi noticiado que sua esposa visitou instalações de uma escola na cidade de Manchester acompanhada da mulher do diretor esportivo do Manchester City, Txiki Begiristain (ele e Guardiola já trabalharam juntos no Barcelona).

Publicidade

A instituição era a Saint Bede's College, na qual estudam cerca de 40 jogadores da academia de base do clube. 

Outros rumores envolvendo Pep e City são os que tratam das transferências. Guardiola estaria interessado no goleiro Cláudio Bravo, do Barcelona. Além dele, um top player estaria nos planos, e ele poderia ser o argentino Lionel Messi. #Futebol #Futebol Internacional