Para Tanaka não há dúvidas, Jesus não confiou nos jogadores que tinha disponíveis e isso pode acabar por ser prejudicial para o clube. Em entrevista ao “Japan Times”, o ainda jogador do Sporting, emprestado ao Kashiwa Reysol, garantiu que não aguentou mais o que se estava acontecendo com ele no clube português, revelando que se estava sentindo cada vez pior por não merecer a confiança do seu técnico, que não acreditou nas capacidades dos atletas que tinha à disposição, preferindo investir no desconhecido.

Tanaka, considerado um dos melhores jogadores japoneses da atualidade, teve poucas oportunidades no Sporting para mostrar a sua capacidade de goleada, tendo rapidamente se sentindo excluído do time, principalmente desde a chegada de Jorge Jesus, que nunca acreditou verdadeiramente nas suas capacidades, obrigando o jogador a sair em janeiro do clube português para tentar relançar novamente a sua carreira.

Publicidade
Publicidade

“Quando não joga em seis meses, algo te coloca em má forma e os dias simplesmente passam por ti. Esqueces o futebol. Eu pensei que estava na pior situação possível na minha carreira. Jesus tentou adquirir jogadores de alta qualidade, em vez de confiar nos que já tinha no plantel quando chegou”, revelou o artilheiro japonês em declarações à imprensa japonesa, garantindo que pretende agora provar que pode ainda ser um jogador válido para o Sporting na próxima temporada.

Na verdade, o ambiente que se está vivendo no Sporting tem sido cada vez mais comentado pela imprensa internacional, que está falando cada vez mais na relação de Jesus com os seus jogadores, mas também com o seu carismático Presidente, Bruno de Carvalho. Muitas publicações têm vindo a garantir que a relação de ambos já não é a mesma e que cada vez mais a pressão dos maus resultados está fazendo com que técnico e Presidente se relacionem menos.

Publicidade

Além dos maus resultados nas últimas semanas, o caso Carrillo, que terminou muito mal para o clube, e a saída de Montero, quando o atacante era muito utlizado por Jesus, podem ter levado a que Jesus pedisse justificações ao Presidente, algo que não terá caído muito bem a Bruno de Carvalho, que no passado recente também teve vários confrontos com Marco Silva, antigo técnico do Sporting, que acabou vendo seu contrato ser rescindido. #Negócios #Futebol Internacional