O #Palmeiras começou 2016 contratando bastante. Foram oito reforços. Com um plantel bem grande, o técnico Marcelo Oliveira teve que repensar a permanência de alguns jogadores. Jackson, peça importante na defesa, não conseguiu negócio e retornou para o Internacional. Muitos outros atletas que estavam emprestados e que retornaram, foram negociados também e tiveram novos destinos. 

Além de diversas contratações, o Palmeiras também sofreu com assédio. Diferentemente do Corinthians, que sofreu um severo desmanche por conta dos chineses, o Alviverde se manteve e conseguiu segurar suas principais peças. Agora é a vez de Allione sofrer assédio.

Publicidade
Publicidade

O Internacional confirmou que deseja contar com o jogador e foi ao mercado tentar negócio. 

O Palmeiras recebeu proposta pelo argentino, mas negou. Quer mais dinheiro e mais condições. Outro grande obstáculo é o treinador do clube paulista que deseja contar e preparar o meia para a temporada grande e exaustiva. O Verdão vai iniciar a busca pelo bi da Copa Libertadores e Oliveira vê Allione como peça fundamental. 

Se Cleiton Xavier não se recuperar e não tiver uma boa temporada, Allione deve assumir a titularidade e brigar com Moisés e Régis. 

Com apenas 21 anos, o meia argentino fez 26 jogos em 2015 e marcou apenas um gol (contra o Vitória da Conquista).

Leandro Almeida sacado

Leandro Almeida tirou a paciência dos torcedores e de Marcelo Oliveira. Contra o São Bento, o zagueiro palmeirense cometeu falha grotesca e permitiu um golaço do adversário.

Publicidade

O empate de 2 a 2 no Pacaembu não foi um bom resultado e o time inteiro não mostrou um bom #Futebol

Para o lugar de Almeida, Oliveira deve escalar Roger Carvalho. O zagueiro foi contratado no início da temporada e agradou na disputa da Copa Antel, no Uruguai. Na ocasião, o Verdão saiu da competição invicto, mas acabou perdendo o título para o Nacional-URU nos pênaltis. 

Volantes

Marcelo Oliveira também acenou com a possibilidade de escalar Arouca e Jean. A ideia é fortificar um pouco mais o setor defensivo e dar liberdade para os laterais subirem.  #Futebol Internacional