O Palmeiras venceu na estreia do Campeonato Paulista. A vitória por 2 a 0 contra o Botafogo-RP deixou o torcedor animado. Jogando bem, o Alviverde conseguiu controlar as ações e ganhou três pontos sem sustos.

Antes do primeiro jogo do ano, o técnico Marcelo Oliveira teve três baixas importantes. Lucas Barrios sofreu uma inflamação lombar e ficou de fora. Rodrigo torceu o tornozelo e também não pode jogar. Gabriel, que já estava lesionado desde o meio de 2015 ficou de fora porque não teve tempo suficiente para preparação.

Nesta terça, Marcelo Oliveira pode acompanhar os três jogadores em campo. Barrios, que já tinha feito atividades na segunda, não deve ser problemas para enfrentar o São Bento nesta quinta-feira, no Pacaembu.

Publicidade
Publicidade

Rodrigo e Gabriel ainda não devem jogar. Mas a recuperação de ambos é bastante animadora. Rodrigo tinha previsão de ficar de três a quatro semanas no 'estaleiro'. Mas, em menos de uma semana, já está treinando normal e sem qualquer tipo de limitação.

Gabriel completará seis meses após a cirurgia e já está plenamente recuperado. A ideia da comissão técnica é colocá-lo na lista que disputará a Copa Libertadores. Provavelmente estará pronto para defender o #Palmeiras no torneio continental.

Treino em campo reduzido e muita chuva

O treino atrasou por conta das fortes chuvas que caíram na região da Barra Funda. Após um dia muito ensolarado na capital, a pancada veio forte e assustou alguns jogadores. Raios e trovões foram avistados perto do CT.

Uma leve movimentação foi feita na parte interna para aperfeiçoar a parte física.

Publicidade

Mudança tática

Marcelo Oliveira pensa em jogar com três zagueiros, no velho esquema 3-5-2. O treinador usou três defensores em parte do jogo contra o Botafogo e viu a parte ofensiva do Palmeiras decolar. Em 2016 a equipe ainda não tomou gols. Na Copa Antel, disputada no Uruguai, o Alviverde passou sem ter as redes balançadas, exceto pelos pênaltis convertidos pelo Nacional-URU na decisão, que garantiu o título para os uruguaios. 

Thiago Santos, que é volante, negou que esteja sendo preparado para ser zagueiro. A comissão técnica pensa no assunto, mas ainda não definiu.  #Futebol #Futebol Internacional