Após cumprir a longa suspensão de um ano em decorrência do doping no combate contra Nick Diaz, o brasileiro Anderson Silva está pronto e já conta as horas para voltar a lutar pelo #UFC. Neste sábado (27), Spider retorna ao octógono para ser protagonista do card principal do UFC Fight Night 84. Pela frente, o antigo campeão da categoria dos médios terá o inglês falastrão Michael Bisping, que a cada entrevista tem procurado cutucar o oponente.

Aos 40 anos, Anderson Silva colocará em jogo neste final de semana muito do seu futuro no esporte. Em caso de vitória, Spider ganhará sobrevida no Ultimate e voltará a se credenciar como um dos postulantes ao cinturão.

Publicidade
Publicidade

Por outro lado, se não conseguir barrar o seu oponente, o brasileiro poderá estar vivendo os seus últimos momentos dentro do UFC.

Spider, que por muitos anos dominou a categoria dos médios do UFC e foi alçado com justiça à categoria de ídolo do mundo das lutas, enfrenta um incômodo jejum de três anos sem vitórias – algo absolutamente incomum em sua triunfante carreira. A última vez em que terminou um combate com o braço erguido pelo juiz foi em outubro de 2012, no UFC 153, em um nocaute técnico diante de Stephan Bonnar.

Para sábado, a grande dúvida que recai sobre todos os fãs brasileiros e amantes em geral do mundo das lutas é saber qual Spider se apresentará. Na sua última vitória na carreira, contra Bonnar, e em sua primeira derrota frente a Chris Weidman, o brasileiro optou por seguir uma linha provocativa, irônica e até debochada perante os seus adversários – contra Weidman, Anderson Silva sofreu o principal golpe justamente por estar com a guarda baixa em sinal de provocação.

Publicidade

Contudo, em suas duas últimas lutas o estilo adotado foi mais conservador, mantendo a seriedade e a concentração. Na revanche contra Chris Weidman, Spider deu azar e acabou quebrando a perna logo no princípio do combate. Já na vitória revertida diante de Díaz, o “Aranha” optou por manter a seriedade e foco total no combate do início ao fim.

O quarentão e o rival embalado

Em uma era em que os esportes exigem cada vez mais do físico e do corpo de uma forma geral, poucos são aqueles que conseguem se manter em alto nível mesmo após os 40. Anderson terá no sábado a possibilidade de mostrar que integra esse rol. Spider fará o seu primeiro combate desde que completou 40 anos no dia 14 de abril do ano passado.

Pela frente, Spider terá um rival embalado. Embora não seja um dos grandes nomes do UFC, Michael Bisping vem de duas vitórias consecutivas e quer manter a boa fase justamente em cima de uma lenda da categoria. O inglês superou CB Dollaway e Thales Leites em seus dois últimos combates.

Publicidade

Caso surpreenda e vença o brasileiro, Bisping certamente daria um grande salto dentro do Ultimate e chamaria para si todos os holofotes da organização.

Para os fãs brasileiros que não terão a oportunidade de ir à arena em Londres acompanhar in loco a disputa, uma boa notícia: o card principal não invadirá a madrugada como a maioria dos eventos do UFC. Com o fuso horário londrino, as principais lutas ocorrerão no período da tarde. A tendência é que Anderson Silva e Michael Bisping se enfrentem por volta das 19h de sábado. #Entretenimento #Jogos