O “Superclássico” do #Futebol argentino entre Boca Juniors e River Plate teve mais um capítulo para a sua história. As duas equipes disputaram um amistoso de verão visando à preparação para a nova temporada. As duas tradicionais equipes argentinas disputarão a Copa Libertadores da América 2016.

O placar terminou com vitória dos “Milionarios”, apelido do River Plate, sobre o grande rival Boca Juniors. O placar da partida foi de 1 a 0 sendo que ela foi disputada em campo neutro, no estádio de Mendoza. O autor do gol foi o uruguaio Rodrigo Mora em cobrança de pênalti aos 35 minutos do segundo tempo.

Essa foi a segunda vitória do River sobre o Boca, pois na semana passada, também houve uma partida amistosa entre as duas equipes.

Publicidade
Publicidade

Na oportunidade, o River venceu pelo mesmo placar.

A primeira partida foi disputada em Mar del Plata e o jogo não foi nada amistoso e terminou com saldo de cinco jogadores expulsos.

As duas derrotas para o maior rival preocuparam a torcida do Boca

Os dois insucessos fizeram com que a torcida do Boca ficasse preocupada com o desempenho da equipe para essa temporada, já que foram disputadas cinco partidas preparatórias e o Boca perdeu quatro, duas para o River, uma para o Racing e outra para o Estudiantes. A única vitória na fase preparatória foi na partida contra o Emelec, do Equador.

Por sua vez, o River Plate fechou a fase preparatória com saldo positivo. Os atuais campeões da Libertadores venceram o Boca duas vezes, o San Lorenzo e perderam apenas para o Independiente.

Agora ambos os times aguardam a estreia na Libertadores.

Publicidade

O River Plate está no grupo 1 e enfrentará: The Strongest (Bol), Trujillanos (Ven) e o vencedor do confronto preliminar entre Cesar Vallejo (PER) e São Paulo.

A estreia do River será no dia 25 de fevereiro, fora de casa, contra o Trujillanos (Ven).

O Boca Juniors está no grupo 3 e terá como adversários o Bolivar (Bol), Deportivo Cali (Col) e o vencedor do confronto entre Puebla (MEX) e Racing (ARG).

O Boca fará sua estreia no dia 24 de fevereiro também fora de casa contra o Deportivo Cali. #Violência #Futebol Internacional