Para a direção do Manchester United, apenas um técnico é capaz de levantar um dos maiores clubes de futebol do mundo: o argentino Pochettino. Tal como garante o canal inglês da “BBC”, a direção do clube vê o ainda técnico dos Spurs como a escolha ideal e o único nome que consegue ter o consenso total da direção do clube. Em sentido contrário está José Mourinho, que esteve muito perto de assinar com o United, mas nem todos estão convencidos que o português é a melhor escolha.

Desde que saiu do Chelsea, José Mourinho foi praticamente o único nome apontado pela imprensa internacional como o sucessor de Van Gaal, visto que o técnico holandês nunca conseguiu convencer a torcida com o seu futebol pouco atrativo e que tão maus resultados tem dado nos últimos meses.

Publicidade
Publicidade

Porém, parece que Mourinho, apesar de ser considerado um dos melhores treinadores do mundo, não é o escolhido para reerguer o clube.

Tal como garante o canal da “BBC”, que cita três fontes privilegiadas do interior do Manchester United, apenas um nome está sendo agora calculado para suceder Van Gaal no final da presente temporada, o inesperado argentino Pochettino, o atual técnico dos ingleses do Tottenham. Mas porque será que o clube inglês prefere arriscar no treinador argentino quando Mourinho já demonstrou por diversas vezes ter a vontade de comandar o Manchester?

Ao que tudo indica, tal como foi publicado há algumas semanas pela imprensa espanhola, muitos jogadores do clube inglês não viam com bons olhos a chegada do carismático Mourinho para liderar o clube, sobretudo porque seria complicado o vestiário respeitar o português depois de ele ter treinado durante tanto tempo o rival.

Publicidade

Além disso, mesmo a direção do lendário clube inglês não tem a certeza que o português seria a melhor escolha para o cargo, optando assim pela possível contratação do argentino, naquela que é a resposta do United à contratação oficial do rival City de Guardiola para os próximos três anos, saindo do Bayern de Munique a custo zero no final da temporada. #Negócios #Futebol Internacional