Se o ano de 2015 não foi nada fácil para o Vasco da Gama, não se pode dizer o mesmo sobre o ano de 2016 que começou ótimo para o gigante da colina. Líder absoluto do grupo A, o Vasco mantém a invencibilidade no Cariocão e ainda a marca de melhor ataque. A vítima da vez foi o #Flamengo, que parece ter se tornado freguês, pois nos últimos sete jogos o rubro negro não venceu o Gigante da Colina. Vale lembrar, que no brasileirão 2015 o Flamengo não soube o que foi vencer o Vasco, tanto como mandante ou visitante, a ultima vitória do Flamengo foi no início da temporada.

O jogo aconteceu no São Januário e logo no início da partida foi possível ver a superioridade dos donos da casa, que dominavam o clássico e ameaçavam mais o time adversário.

Publicidade
Publicidade

Protagonista do Flamengo, Guerrero não conseguiu apresentar o bom #Futebol dos últimos jogos, pior para o Mengão que não conseguiu sair do zero. O que se nota nesse time do Flamengo é uma grande falta de entrosamento entre Emerson e Guerrero, que não conseguem apresentar o bom futebol jogado no Corinthians, assim afirmou Juninho, comentarista da Rede Globo.

O mesmo não se pode dizer de Nenê, que como sempre, esbanjou categoria e classe contra o rival do Rio, embelezando o clássico com um lindo chapéu aplicado em Emerson. Riascos, grande destaque do Vasco, também não conseguiu demonstra o bom futebol apresentado nos últimos jogos, apesar de ser artilheiro da competição, o atacante passou em branco.

DECORRER DO JOGO

A partida iniciou boa para os donos da casa, que marcavam e não deixavam o adversário criar alguma chance de gol.

Publicidade

O Flamengo pouco criou, com o brilho de seus principais jogadores ofuscado, os visitantes não conseguiram criar muitas oportunidades de gol.

Apesar dos donos da casa pressionarem, o gol parecia não querer sair. Nenê, cobrando linda falta logo acertou a trave, onde Paulo Victor não teria chance alguma caso a bole fosse para o gol. O Vasco ameaçava principalmente nas bolas aéreas, sua principal marca. Em escanteio cobrado por Nenê, o craque quase marcou um lindo gol olímpico que foi defendido pelo goleiro rubro negro.

O gol só saiu aos 45 minutos do segundo tempo, em um erro de marcação do Flamengo (como sempre), Nenê cobrou a falta na cabeça de Rodrigo, que erra a cabeçada e a bola sobra para Rafael Vaz que emenda de primeira sem chances para Paulo Victor abrindo assim o marcador para os donos da casa. Com o resultado, o Vasco se manteve invicto na ponta da tabela. #Resenha Esportiva