A derrota de goleada para o Água Santa pelo Campeonato Paulista foi a 'gota d'água' para alguns grupos internos do #Palmeiras. Os 4 a 1 tomados em Presidente Prudente, a chance de rebaixamento no Estadual e a quase ratificada eliminação na Copa Libertadores fizeram torcedores, sócios e conselheiros perderem a cabeça. 

A delegação viria de lá para São Paulo de avião. Preocupado com os possíveis protestos no aeroporto, Cícero Souza decidiu que o time viria de ônibus e enfrentaria quase 7 horas de viagem. Muitos atletas não aprovaram a atitude, mas aceitaram. No caminho, o veículo foi atingido por três pedras. O barulho assustou os passageiros, mas ninguém ficou ferido. 

Um grupo de conselheiros emitiu uma carta extra-oficial criticando ferrenhamente o presidente Paulo Nobre e o executivo Alexandre Mattos.

Publicidade
Publicidade

A diretoria foi chamada de 'amadora' pelo grupo. O fato atingiu profundamente Nobre que quer eleger, no final do ano, Maurício Precivalle. Maurício é seu vice-presidente e a ideia da situação é concretizar a eleição para que Nobre seja seu vice. Com dois mandatos completos, o atual presidente não pode se reeleger novamente. Efetivamente Nobre não quer abandonar o poder.

Entretando, com a pressão de conselheiros e da torcida, Alexandre Mattos pode ser demitido em breve. Parte dos torcedores reclamam bastante da quantidade de reforços adquiridos e da dúvida sobre a qualidade. Muitos deles, inclusive, não estão mais no Palmeiras. Uma outra parte avalia que as transferências geraram negócios para empresários. Eduardo Uram, amigo pessoal de Mattos, tem muitos atletas no clube alviverde. 

Nesta segunda-feira, Paulo Nobre concederá entrevista coletiva na Academia de #Futebol.

Publicidade

O fato causou surpresa. Geralmente, sempre algum jogador comenta como foi a partida. Logo após o jogo, Cuca falou nos vestiários e admitiu que a situação é caótica. 

Na quinta-feira, o Palmeiras enfrenta o Rio Claro no Pacaembu e precisa vencer. Se outro resultado acontecer, o rebaixamento no Campeonato Paulista se aproxima mais da realidade. E, domingo, também no Pacaembu, tem clássico contra o Corinthians.  #Copa Libertadores 2016