Pinto da Costa é acusado pela imprensa espanhola de “apunhalar” Casillas pelas costas e de considerar o goleiro espanhola um “fiasco”. Tal como informa o jornal espanhol “El Confidencial”, a relação do Presidente com o jogador mais bem pago do FC Porto está cada vez pior e Pinto da Costa já considera que a sua contratação, que inicialmente foi muito bem recebida pelos portistas, acabou por arruinar a temporada do FC Porto, que corre sérios riscos de não conseguir vencer nenhum título apesar de ter um grupo de excelentes jogadores.

Depois de, nos primeiros meses, Pinto da Costa ter revelado várias vezes que estava completamente deliciado com Casillas, sobretudo pela sua personalidade muito humilde e aberta, a verdade é que as exibições menos concebidas do goleiro espanhol estão provocando muita insatisfação na torcida portistas, mas também agora na direção do FC Porto.

Publicidade
Publicidade

Na verdade, e tal como informa o jornal “El Confidencial”, que tem informações privilegiadas do momento polêmico que Casillas está atravessando em Portugal, Pinto da Costa já confessou que o goleiro é um “fiasco” e que isso acabou por destruir muitas das hipóteses do FC Porto ter uma boa temporada. Também a saída de Lopetegui parece ter extremado as duas partes, visto que Casillas veio para o FC Porto muito por causa do técnico espanhol, que acabou por sair no início de 2016 do clube português.

Assim, e visto que há rumores de que Casillas já tem várias propostas milionárias nos Estados Unidos e a sua mulher, Sara Carbonero, também está passando um tempo complicado em Portugal, é quase certo que o lendário goleiro vá mesmo sair do FC Porto, depois de uma passagem curta no clube e que com certeza não vai deixar grandes saudades.

Publicidade

Se nos primeiros tempos tudo parecia perfeito para ambas as partes, incluindo para a sua família, Casillas, como já havia acontecido no Real Madrid, comprometeu em várias partidas, o que fez com que a paciência no FC Porto rapidamente desaparecesse, principalmente de Pinto da Costa, que se mostra atualmente muito arrependido. #Negócios #Europa #Futebol Internacional