O #Palmeiras está de técnico novo. Depois de perder para o Nacional, em casa, pela Libertadores, Marcelo Oliveira foi demitido pelo presidente Paulo Nobre. Ainda nos camarotes do Allianz Parque, Nobre teria dito que não aguentava mais time que 'andava' em campo. Por conta da falta de comando de Oliveira, a demissão foi ratificada. 

Cuca estava no mercado após deixar o Shandong Luneng, da China. O treinador, Campeão da Libertadores com o Atlético-MG, foi contatado ainda de madrugada por Alexandre Mattos, executivo de #Futebol do clube alviverde. Naquele dia nada ficou acertado. Mas uma ligação no sábado, antes do clássico contra o São Paulo, garantiu o negócio. 

Valor maior?

O comandante palmeirense teve proposta irrecusável, mas preferiu dirigir o Palmeiras pelo sonho de levantar o bi do torneio continental.

Publicidade
Publicidade

Mesmo se complicando após derrota em casa, o Verdão tem totais condições de garantir uma vaga na segunda fase da competição, principalmente porque ainda enfrenta o River Plate-URU dentro de casa. Nesta semana, o time enfrenta o Nacional no Uruguai e precisa garantir pelo menos um empate. 

O clube que fez proposta para Cuca não foi divulgado, mas os salários propostos foram de R$ 1 milhão mensais. No Palmeiras, Cuca receberá o mesmo que Marcelo Oliveira: R$ 400 mil por mês. A única diferença entre os contratos é que o atual técnico palmeirense terá bônus exclusivo em caso de títulos. Se levantar a Libertadores, entrarão nos bolsos de Cuca cerca de R$ 250 mil. 

Mudanças mesmo sem assumir

Ao assistir o clássico contra o São Paulo, Cuca já entendeu que o lateral Lucas não pode mais prosseguir na lateral.

Publicidade

Alberto Valentim teve a mesma visão ao sacá-lo no intervalo e colocar João Pedro. Desde as finais da Copa do Brasil o jogador não vem bem. Muitos espaços e muitas brechas pelo lado direito do campo são abertos. Dentro do clube, Zé Roberto era alvo das mesmas críticas, mas conseguiu melhorar nas últimas partidas.

Contra o Nacional, Cuca já estará no banco de reservas dirigindo o time. É provável que Alecsandro continue no ataque, com Lucas Barrios na sombra.  #Copa Libertadores 2016