O sérvio Novak Djokovic demonstrou toda sua força mental e o real motivo de ser o tenista a ser batido no momento. Na noite desta sexta-feira, dia 18, o líder do ranking de entradas da ATP realizou uma partida dura contra o francês Jo-Wilfried Tsonga, número 9 do mundo, mas ratificou o favoritismo ao avançar para a fase semifinal do Masters 1000 de Indian Wells, nos Estados Unidos. "Nole" precisou de dois tie breaks para vencer, com o placar idêntico de 7/6 (7-2) e 7/6 (7-2), depois de pouco mais de duas horas batalha.

O tenista de Belgrado agora tem novo encontro com um de seus maiores rivais no circuito, o espanhol Rafael Nadal, cabeça de chave 4 da competição, disputada no piso sintético, e com US$ 6.134.605 em premiações totais.

Publicidade
Publicidade

O retrospecto direto aponta favoritismo para Djokovic, que venceu os últimos cinco encontros realizados, sem ter perdido sequer um set nesta incrível sequência. No total, eles já duelaram por 47 vezes, com um triunfo a mais a favor do líder do ranking.

A última vitória do espanhol aconteceu na decisão de Roland Garros, em 2014, ou seja, já se passaram quase dois anos desde que o ex-número 1 do mundo derrotou o sérvio. Nesta temporada, eles se encontraram na decisão do forte torneio de Doha, no começo do ano, com uma "surra" do líder do ranking. Sem dó, "Nole" aplicou implacáveis 6/1 e 6/2 em Nadal. Em 2016, Djokovic já soma dois títulos, conquistados em Doha e no Aberto da Austrália, ao passo que Nadal tem como seu melhor resultado o vice de Doha, e as semifinais em Buenos Aires e no Rio Open.

Publicidade

Porém, Rafael Nadal teve um dia mais tranquilo nesta sexta-feira, para atingir as semifinais, na abertura da programação. Depois de salvar match-point contra o jovem russo Alexander Zverev na rodada anterior, desta vez o canhoto de Mallorca não deu chances para o japonês Kei Nishikori, sexto pré-classificado. Em 1h33 de partida, o espanhol encaminhou sua vitória sobre o rival asiático em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/3. Nadal já foi campeão em Indian Wells por três vezes, nas temporadas de 2007, 2009 e 2013, ano em que ergueu 10 troféus. Caso encerre o tabu diante de Djokovic, o espanhol disputará sua 100ª decisão de torneios de primeira linha na carreira, com 67 títulos já conquistados.  #Entretenimento #Tênis #Resenha Esportiva