Principal nome da #Seleção Brasileira no momento, o atacante #Neymar por pouco não fica de fora do clássico contra o Uruguai, nesta sexta-feira, dia 25 de março, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia. Após sentir dores musculares na perna, o atleta do Barcelona foi levado para um hospital para realizar exames, que nada detectaram no camisa 10 e capitão do selecionado comandado pelo treinador Dunga.

Já nesta quarta-feira (23), Neymar treinou normalmente junto aos demais companheiros e está em condições de entrar em campo na sexta-feira, na Arena Pernambuco, às 21h45 (horário de Brasília). Ele formará um rápido trio de ataque ao lado do canhoto Douglas Costa, do Bayern de Munique, e do meia Willian, em alta no Chelsea, clube da primeira divisão do #Futebol inglês.

Publicidade
Publicidade

A Confederação Brasileira de Futebol emitiu nota à imprensa esclarecendo que o craque brasileiro está apto a enfrentar o Uruguai, pela quinta rodada das Eliminatórias. "Neymar foi submetido a exame, o qual não constatou nenhum tipo de lesão. O atacante poderá assim treinar normalmente nestas quarta e quinta-feiras e jogar na sexta contra o Uruguai", atestou o comunicado divulgado no site oficial da entidade que rege o futebol brasileiro.

Desta forma, o Brasil deverá entrar em campo com o esquema 4-3-3, com uma postura mais ofensiva. O técnico Dunga já definiu o goleiro Alisson como titular e a defesa com os zagueiros Miranda e David Luiz e os laterais Daniel Alves e Filipe Luís. No meio, Luiz Gustavo e Fernandinho ficarão encarregados da marcação, ao passo que Renato Augusto terá a missão de levar a bola até o ataque.

Publicidade

Neymar, Douglas Costa e Willian terão liberdade para disparar sobre a defesa Celeste.

Do lado uruguaio, o destaque fica por conta da volta do centroavante Luis Suarez, companheiro de Neymar no Barcelona. Após cumprir longa suspensão por ter mordido o zagueiro italiano Giorgio Chiellini, em partida válida pela Copa do Mundo do Brasil, o artilheiro terá ao seu lado no ataque Edinson Cavani, um dos destaques do Paris Saint-Germain, campeão francês com oito rodadas de antecipação, e ainda na briga na Liga dos Campeões da Europa.