Com a indisciplina de Neymar que em 70 jogos pela #Seleção Brasileira alcançou o incrível número de 14 cartões amarelos recebidos e David Luiz, que mais parece estar desorientado do que outra coisa, Gabriel (o Gabigol) atacante do Santos e Felipe, zagueiro do Corinthians foram convocados por Dunga para seus lugares.

Os dois jogadores foram convocados para a disputa da partida diante do Paraguai, nesta terça-feira (29) em Assunção em jogo válido pela sexta rodada das eliminatórias para a copa do mundo da Rússia.

Gabriel estava na seleção olímpica prestes a enfrentar a seleção da África do Sul ontem (27) em Maceió (o Brasil derrotou a África por 3 a 1), mas devido a convocação de última hora não participou e se apresentou no sábado à noite a seleção principal.

Publicidade
Publicidade

Gabigol terá ao seu lado como companheiro de seleção, o atacante Ricardo Oliveira, seu parceiro de ataque no Santos.

Já Felipe do Corinthians, reencontrará o ex-companheiro de defesa no Timão, o zagueiro Gil.

Primeira convocação

Os dois jogadores foram convocados para a seleção principal pela primeira vez. Gabriel já vem sendo chamado frequentemente para a seleção olímpica pelo treinador Rogério Micale – treinador da seleção olímpica) e constantemente Dunga e ele trocam informações sobre diversos atletas.

Gabigol, que tem apenas 19 anos de idade, acredita que suas participações na seleção olímpica do Brasil tenham contribuído para sua convocação – “O Dunga e o Micale conversam bastante. O Dunga está vendo meu trabalho lá e no Santos também” – disse o atacante.

Como atleta profissional, Gabriel foi campeão paulista pelo Santos em 2015.

Publicidade

Quanto ao zagueiro Felipe, ele sem dúvida está vivenciando um momento iluminado. Ele disse que a emoção ao saber de sua convocação foi enorme – “Estava na casa da minha sogra quando olhei o celular e vi que estava convocado. Eu e minha esposa nos emocionamos muito. Acordei o sogro e a sogra e começamos a pular e gritar juntos. Saí fora da casinha” – disse Felipe.

Aos 26 anos, Felipe alcança o sonho de sua primeira participação na seleção brasileira. Em 2012, quando chegou ao Corinthians vindo do Bragantino era apenas um mero desconhecido e chegou a despertar muita desconfiança por boa parte da torcida corintiana.

Em quatro anos pelo clube alvinegro de Parque São Jorge, Felipe fez 103 jogos e marcou 8 gols. Além disso, foram cinco títulos conquistados com a camisa do Timão: Libertadores (2012), Mundial de clubes (2010), Paulista (2013), Recopa Sul-Americana (2013) e Brasileiro (2015). Em muitas aparições na TV neste final de semana, Felipe não esqueceu de enaltecer o seu comandante Tite, por sua evolução ao longo das últimas temporadas.

Publicidade

Sábado, dia da convocação, sem dúvida ficará marcado para Felipe. Não somente pelo chamado a seleção que ocorreu pela manhã, mas também porque a noite, na partida diante do Ituano pela 12ª rodada do campeonato paulista, após jogo duríssimo, foi dele o gol da vitória aos 42 minutos do segundo tempo, de cabeça.

Um dia fechado com chave de ouro, e que sem dúvida ficará em sua memória por muito tempo. #Futebol #Resenha Esportiva