Na noite desta segunda-feira (28) o Penãrol do Uruguai realizou jogo amistoso frente ao Ríver Plate da Argentina para inauguração de seu novo estádio. A casa nova dos Aurinegros de Montevidéu, chamada de “Campeón del Siglo” (Campeão do Século), presenciou uma sonora goleada sobre os rivais argentinos por 4 a 1.

Um dos maiores ídolos da torcida, e segundo o próprio, Diego Forlán protagonizou o primeiro gol da nova casa do Penãrol, abrindo o caminho para a vitória.

A grandiosa história deste clube tão tradicional na América do Sul e o peso da camisa do clube uruguaio, sem dúvida, fazia com que o time merecesse uma casa a altura de seus apaixonados torcedores.

Publicidade
Publicidade

O clube, com 124 anos de vida, tem 5 conquistas da Copa Libertadores da América e 3 títulos Intercontinentais.

O clube é ainda o maior campeão uruguaio, com 49 títulos conquistados.

A cerimônia de inauguração

A festa de inauguração teve toda a pompa e circunstâncias possíveis em Montevidéu.

Esteve presente na cerimônia o Presidente do Uruguai, Sr. Tabaré Vasquez, que foi o responsável pela inauguração de uma placa comemorativa. O presidente da Associação Uruguaia de #Futebol, Sr. Wilmar Valdez, também marcou presença no evento.    

O Presidente Uruguai afirmou – “É uma contribuição ao acervo arquitetônico do esporte e do país”, se referindo ao novo estádio construído.

A nova casa do Peñarol, o Campeón del Siglo, tem capacidade para abrigar 43 mil torcedores e teve um custo aproximado de 40 milhões de dólares (146 milhões de reais).

Publicidade

Na oportunidade, e como bom político que se preze, o presidente se aproveitou da ocasião para ratificar a candidatura de seu país, conjuntamente a Argentina, para organizarem a Copa do Mundo de 2030.

O recém-eleito Presidente da Fifa, Gianni Infantino, estará visitando a capital uruguaia a partir desta terça-feira.

O jogo

Com 19 minutos de partida, Diego Forlán escreveu de vez seu nome na história do clube e do novo estádio. O veterano atacante aproveitou o rebote na pequena área e abriu o marcador para os donos da casa, se tornando assim o primeiro a marcar no Campeón del Siglo.

O segundo tento dos uruguaios aconteceu aos 40, após linda assistência de Forlán de primeira para Murillo, também de primeira, guardar por cima do goleiro Chiarini.

Em seguida, três minutos depois, o Ríver parecia que daria um pouco mais de emoção ao jogo, pois até ali quem comandava amplamente as ações do jogo era o Peñarol. Cruzamento perfeito de D’Alessandro e cabeçada de Fernández para o gol.

Na etapa final, o time da casa não deu chance de reação ao Ríver.

Publicidade

Aos 4 minutos, Luis Aguiar, em belo chute, marcou o terceiro e, aos 27, Cristian Palacios, que substituiu Forlán, recebeu passe longo e completou a goleada.

Claro que se tratava de um jogo festivo, mas sem dúvida a volúpia demonstrada pelo time do Peñarol deixou seus torcedores no mínimo esperançosos para a sequência da temporada. A atmosfera criada em seu novo estádio pode ser um fator preponderante para o restante da temporada e principalmente da Libertadores da América.

O time está com apenas 1 ponto no grupo 2 e só com um milagre escapa da eliminação.  

 

 

  #Resenha Esportiva