Apesar de ter sido campeão de tudo (Mundial Fifa, Recopa sul-americana, sul-americano, Libertadores e pentacampeão gaúcho) o Internacional  está na fila do brasileiro, desde 1979, quando foi campeão pela última vez e de forma espetacular: o único time no planeta a vencer um campeonato nacional de forma invicta. Em 1982, venceu a Copa do Brasil e mais nada. A título de curiosidade o Inter é disparado o time que mais vezes conquistou o título de vice-campeão brasileiro. Foram sete vezes entre 1967 e 2009. O primeiro e único heptacampeão.

Sonhando alto para 2016

A direção colorada está apostando na mescla  entre os garotos da base com alguns mais experientes.

Publicidade
Publicidade

O elenco à disposição do técnico Argel Fucks  é enorme. O Internacional tem uma verdadeira fábrica. Argel pode, tranquilamente, formar mais de dois times. E com a iminente chegada do colombiano Téo Gutierrez, ex-River Plate e, atualmente,  no Sporting de Portugal, "o bicho vai pegar!". O tema agora é fazer esta máquina turbinada de 12 cilindros funcionar direitinho e não deixar que suas engrenagens entrem em descompasso.

Com poucos jogadores com idade superior a 27 anos – Paulão, Réver, Alex e agora Téo Gutierrez, de 30 anos -  o Inter terá a missão de resistir ao assédio dos times europeus aos meninos, como o goleiro titular da seleção, Alisson, de 23 anos, os meias de 21, Rodrigo Dourado, Valdívia e Alisson Farias, de 19, além do polivalente Sasha  de 24, todos com passagem na Seleção Brasileira.

Publicidade

Como eles,  há outros 20 ou 30 jogadores.

O colombiano já foi campeão da Libertadores. O Inter procura um substituto para  D’Alessandro que foi emprestado ao River há poucos meses e ainda não desistiu de Carlitos Tévez,  O que está dificultando a vinda do colombiano é o valor do empréstimo de R$2 milhões. O salário é de apenas R$430 mil. Bem abaixo do que pagava para D’Alessandro (R$600 mil) ou pagaria a Tévez. Tudo será uma questão de tempo. Há quem duvide que todos estes craques possam vestir a camiseta colorada em breve? #Futebol #Ataque #Sport Club Internacional