Sporting e Atlético de Madrid podem estar muito perto de fechar um dos maiores #Negócios da história do futebol português e, seguramente, o maior da história do clube. Tal como informa o jornal esportivo “Record”, Bruno de Carvalho e o clube espanhol já se reuniram no mês passado para negociarem as propostas pelo atacante Slimani. O Sporting pretende trinta milhões pelo argelino, valor da cláusula de rescisão, e o enorme interesse do Atlético pelo atacante pode fazer com que o clube não tenha problemas em cobrir as exigências do time português.

Depois de Rojo, zagueiro do Manchester United, o Sporting não teve mais uma grande venda para conseguir, finalmente, aliviar todas as suas dívidas.

Publicidade
Publicidade

Em uma altura em que o clube teve um prejuízo de 18 milhões de euros, nos últimos três meses de 2015, um negócio de grande dimensão pode ser crucial para a boa saúda financeira do clube, um dos maiores de Portugal.

Por isso mesmo, Bruno de Carvalho e a direção do Sporting estão prestes a aceitar o maior negócio da história do clube- 30 milhões pelo seu melhor jogador, o argelino Slimani. Para isso, basta agora o Atlético de Madrid ceder às exigências do clube português, que espera que a ausência de Jackson Martínez do time espanhol faça com que a sua direção não tenha outra alternativa se não contratar o argelino para a próxima temporada.

Na verdade, tal como informa o jornal “Record”, o clube espanhol está procurando urgentemente um atacante que dê muitas garantias ao Atlético de Madrid para o próximo ano, sendo que o talentoso jogador argelino parece ser o atacante escolhido pelo técnico espanhol.

Publicidade

Com necessidade de vender para conseguir controlar de uma vez por todas as suas contas, o Sporting precisa urgentemente de vender um jogador por um montante considerável, podendo assim atacar novamente o Campeonato português na próxima temporada. Nas redes sociais, os portugueses, principalmente das torcidas rivais, estão em choque com as notícias que revelam que o Sporting está perto de fazer o maior negócio da sua história por 30 milhões de euros. #Europa #Futebol Internacional