A semana definitivamente não foi boa para os brasileiros no Masters 1000 de Miami. No domingo, dia 28 de março, a dupla formada pelo brasileiro Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig acabou sucumbindo logo na fase de oitavas de final do Masters 1000 de Miami. A parceria, que entrou na competição na condição de cabeça de chave 2, parou no time composto pelo filipino Treat Huey e o bielorrusso Max Mirnyi por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-1) e 6/4.

Com o revés ainda no início do torneio, Marcelo Melo deixará de ser o líder do ranking de entradas nas duplas, depois de 22 semanas consecutivas ocupando o posto. Ele assumiu a ponta da lista da ATP no dia 2 de novembro de 2015, após excelentes campanhas atuando ao lado de parceiros diferentes.

Publicidade
Publicidade

Somente na temporada passada, ele conquistou seis títulos, inclusive Roland Garros, seu primeiro e único Grand Slam até o momento. Além disso, faturou os troféus dos Masters 1000 de Xangai e Paris, e dos torneios de Acapulco, Tóquio e Viena.

Já nesta temporada, o tenista de Belo Horizonte não atravessa bom momento. Ele tem como seu melhor desempenho as semifinais obtidas na terra batida do ATP 500 do Rio de Janeiro, formando dupla com o conterrâneo Bruno Soares, atual parceiro de Jamie Murray. Em seu último evento, Marcelo Melo e Ivan Dodig sequer passaram da estreia do Masters 1000 de Indian Wells, derrotados pelos argentinos Leonardo Mayer e Juan Martin Del Potro.

Curiosamente, Jamie Murray iniciou neste ano a parceria justamente com Bruno Soares e os dois começaram com tudo. Eles foram campeões em Sydney e depois faturaram o Aberto da Austrália.

Publicidade

Em Miami, foram eliminados na estreia pelo sul-africano Raven Klaasen e o norte-americano Rajeev Ram de virada, com parciais de 3/6, 6/3 e 10-7, em 1h57 de batalha. Mesmo assim, o britânico se beneficiará dos 360 pontos que Melo precisava defender.

Os outros brasileiros que participaram do Masters 1000 de Miami, torneio disputado em quadras sintéticas e com US$ 7.037.595 em premiações totais, também já deram adeus ao evento. Número 1 do Brasil, Thomaz Bellucci abandonou contra o cazaque Mikhail Kukushkin quando o jogo estava empatado, com problemas físicos. Já Rogério Dutra Silva entrou como "lucky-loser", mas perdeu também na primeira fase, pelas mãos do russo Andrey Kuznetsov. Nas duplas, Bellucci e André Sá foram eliminados pelo alemão Philipp Petzschner e o austríaco Alexander Peya por 6/4 6/2. #Entretenimento #Tênis #Resenha Esportiva