George Hilton não é mais o ministro do Esportes. De forma surpreendente, o político deixou o cargo, em anúncio realizado nesta quarta-feira, dia 23 de março, por Jacques Wagner, chefe de gabinete da presidente Dilma Rousseff. A decisão foi tomada após o antigo partido de Hilton, o PRB, entrar em rota de colisão com a base governista, nas últimas semanas.

De nada adiantou ao político se desligar da legenda e se filiar ao PROS, e atestar que seria leal ao atual governo. Em seu lugar, entra o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento, Ricardo Leyser, do PCdoB, que tem mais acessibilidade para conduzir futuras negociações com o PRB.

Publicidade
Publicidade

Desta forma, existe a possibilidade de que o Partido dos Trabalhadores e o PRB voltem aos bons termos, o que indica o interesse do governo em manter a legenda próxima, caso o processo de #Impeachment avance no Congresso.

A saída de George Hilton foi de certa forma inesperada, já que além de prometer lealdade ao #PT, ele também conseguiu cumprir uma importante meta nesta reta final de preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, com início no dia 5 de agosto. Acuado pela Agência Mundial Antidoping (WADA) para estabelecer um Código Brasileiro Antidopagem, ele conseguiu atingir seu objetivo antes do prazo, estipulado para o dia 18 de março. Desta forma, os órgãos brasileiros terão o direito de realizar os exames de doping durante a Rio 2016.

Em suma, de nada adiantou George Hilton se indispor com seu antigo partido, já que a manobra do Partido dos Trabalhadores para manter a aliança com o PRB parece ter funcionado.

Publicidade

Hilton ainda foi bombardeado pela WADA, mas entregou o projeto de controle de doping de acordo com as exigências da entidade. Já Ricardo Leyser já está mais inteirado sobre as questões dos Jogos Olímpicos, e o PRB continuará com boa parte da pasta de Esportes. Hilton, que trabalhou para a realização da Rio 2016, acabou sendo deixado de lado pouco antes de a principal competição esportiva do mundo ter início. Seu destino dentro do governo ainda não foi anunciado. #Rio2016