A paciência do espanhol Rafael Nadal com as seguidas acusações de que teria utilizado substâncias ilícitas ao longo da carreira chegou ao fim. Dono de 14 títulos de Grand Slam - sendo 9 deles somente em Roland Garros -, o ex-líder do ranking mundial anunciou que vai processar a ex-ministra francesa da saúde e do esporte Roselyne Bachelot. O tio e treinador do canhoto de Mallorca também se manifestou contra a política.

Em entrevista ao "Le Grand 8", programa de televisão do canal D8, Roselyne Bachelot teria assegurado que o tenista de Mallorca teria fingido uma lesão em 2012, com a intenção de fugir de uma possível suspensão por doping.

Publicidade
Publicidade

A política garante ter certeza de que o espanhol fez uso de substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping (WADA) para melhorar seu desempenho no circuito. "Sabemos que a lesão de sete meses de Nadal está relacionada ao doping", disparou a ex-ministra.

Após derrotar Gilles Muller em sua estreia no Masters 1000 de Indian Wells, o atual número 5 do ranking de entradas da ATP foi enfático ao garantir que Roselyne Bachelot não ficará impune das acusações. "Eu trabalhei muito duro durante toda a minha carreira para ter as conquistas que eu tenho, e é o tempo que me faz justiça. Estou cansado de tudo isso, eu quero justiça ", afirmou Nadal.

O tio e técnico do espanhol, Toni Nadal, chegou a ser ofensivo contra a ex-ministra, mas não vai voltar atrás em sua decisão. "Esta mulher é uma imbecil.

Publicidade

O advogado de Rafa (Nadal) já está trabalhando para adotar todas as medidas possíveis (contra Bachelot)", comentou. Nadal assegurou que vai processar todos os que o acusarem de se dopar a partir de agora.

Nitidamente incomodado com a rejeição dos franceses, o espanhol assegurou que nunca precisou de substâncias ilícitas para melhorar o seu desempenho dentro das quadras e que isso pode ser comprovado pelas autoridades competentes. "Você pode perguntar para a Federação Internacional, você pode pedir para a WADA, você pode se dirigir a todos. Eu nunca fiz algo deste tipo em minha vida", disse.

Na próxima rodada em Indian Wells, Rafael Nadal enfrenta o compatriota Fernando Verdasco, seu algoz no Aberto da Austrália. #Entretenimento #Comunicação #Tênis