Benfica contratou o jovem Manuel Hidalgo do Ferro Carril Oeste, um clube argentino, e o jogador já publicou as fotografias da assinatura do contrato nas suas redes sociais. Como publicou o jornal esportivo “O Jogo”, o atacante prestou várias provas no centro de treinamento oficial do Benfica no Seixal, onde conseguiu convencer a direção do Benfica. A duração do contrato ainda não é conhecida mas o talento do jovem jogador já foi muito comentado e é agora aproveitado pelo clube português.

Em uma altura em que o Benfica está na fase final da temporada e com desafios muito exigentes, principalmente na Liga dos Campeões, onde já está nas quartas de final, e na Liga Portuguesa, onde é atualmente primeiro classificado, o clube não fecha os olhos a uma boa oportunidade de negócio e teria sido precisamente isso que levou o Benfica a contratar Manuel Hidalgo.

Publicidade
Publicidade

Apesar de ser ainda um jogador sem provas dadas na #Europa e de ter somente 16 anos, o atacante deliciou os responsáveis pelo clube português com todas as suas habilidades e potencial para o futuro. Tal como informa o jornal esportivo “O Jogo” informa, não se sabe ainda ao certo quanto é que Benfica pagou a um time argentino para ficar com os direitos esportivos do jovem, porém o valor não passará de um milhão de euros, visto se tratar de ainda um craque que vai passar pela formação do clube português e só depois para o time principal.

Com mais uma contratação fechada de um jovem promissor, Luís Filipe Vieira, Presidente do Benfica, continua com a sua nova política de contratações do clube: contratar jovens com passes baratos e grande potencial, para mais tarde conseguir vender caro e ter um enorme lucro.

Publicidade

Nas redes sociais, a aposta em Manuel Hidalgo, que é considerado um craque com potencial para ser um jogador de top mundial, fez com que os benfiquistas ficassem verdadeiras entusiasmados e emocionados com a nova novidade do seu clube para a próxima temporada, ainda que jogando apenas nos escalões de formação do atual líder do Campeonato português. #Negócios #Futebol Internacional