O FC Porto está atravessando um dos piores momentos dos últimos anos em termos esportivos, porém, a contratação de um jovem de classe mundial promete chocar o #Futebol português. Tal como garante o site “Notícias ao Minuto”, a imprensa dinamarquesa garantiu que o jovem Pione Sisto está perto de ser o próximo jogador dos dragões, um negócio que pode custar no mínimo 15 milhões de euros ao clube português. Caso se confirme essa compra, esse valor tornaria o jovem o segundo maior investimento da história do futebol português, só atrás de Imbula, que foi contratado pelo FC Porto por 20 milhões de euros.

O investimento nos últimos anos por parte do FC Porto tem sido muito intenso, mas a verdade é que os resultados esportivos do time português têm sido um dos piores nas últimas décadas, algo que está até colocando o lugar em causa do lendário Presidente do FC Porto, Pinto da Costa.

Publicidade
Publicidade

Contudo, o clube não tenciona abrandar no seu investimento.

Segundo informa o site “Notícias ao Minuto”, o time português está concorrendo com o atual líder do Campeonato Inglês, o Leicester City, que graças aos contratos assinados pelos times ingleses para a cedência dos direitos televisivos tem naturalmente muito mais capacidade e facilidade financeira para investir praticamente 16 milhões de euros em um jovem que, apesar de ser considerado de elite mundial, na verdade é que ainda não deu grandes provas internacionalmente - a não ser uma boa exibição contra o Manchester United na Liga Europa.

Em uma altura em que o FC Porto perde praticamente todas as suas possibilidades de poder vencer o Campeonato Português, depois de perder de uma forma surpreendente contra o Braga no último jogo, a direção chefiada por Pinto da Costa está já planejando como vai ser a próxima temporada.

Publicidade

Muito possivelmente já com um técnico diferente, visto que José Peseiro tem um contrato apenas até ao mês de junho e o seu trabalho não convenceu até agora nenhum portista, que quer ver uma rápida revolução no seu time, que já provou que não tem qualidade suficiente para ser campeão. #Negócios #Futebol Internacional