A derrota para o Nacional, em casa, por 2 a 1, pela Libertadores, foi a gota d'água para a diretoria do #Palmeiras demitir o técnico Marcelo Oliveira. Contratado a peso de ouro depois da demissão de Oswaldo de Oliveira, Marcelo nunca conseguiu dar padrão de jogo para a equipe. 

Alexandre Mattos, executivo de #Futebol, contratou todos os atletas pedidos pelo ex-treinador. Jean, Rodrigo e Moisés foram pedidos pessoais de Oliveira, e foi prontamente atendido. No início de 2015, foram contratados mais de 25 reforços e o planejamento sempre foi levantar a Copa Libertadores pela segunda vez. Mas o início de temporada assustou diretores, conselheiros e torcedores.

Publicidade
Publicidade

O Verdão perdeu três vezes em casa: Ferroviária, Linense e agora para o Nacional. A disputa pela vaga na segunda fase do torneio continental ficou mais difícil após a derrota. O próprio Alexandre Mattos admitiu. 

Novo treinador?

Neste momento, vários carros de órgãos de imprensa estão posicionados na frente da Academia de Futebol do Palmeiras, no bairro da Barra Funda. A informação é que Cuca, ex-técnico do Shandong Luneng, está chegando para discutir e, possivelmente, assinar contrato com o clube. Se for confirmado, será o terceiro técnico em menos de dois anos que assumirá a camisa palestrina. 

Alberto Valentim comanda time domingo

No domingo, São Paulo e Palmeiras se enfrentam no Pacaembu pelo Campeonato Paulista. O jogo é importante e pode ajudar o Verdão na luta por uma das vagas na segunda fase do Estadual.

Publicidade

Sem Marcelo Oliveira e, provavelmente, sem Cuca ainda, o time será comandado pelo auxiliar Alberto Valentim. Será a quarta vez que Valentim comanda o clube interinamente. 

O que os jogadores acharam da demissão?

Fernando Prass era um dos mais abatidos após o anúncio da demissão de Marcelo Oliveira. O arqueiro que tinha total confiança do treinador atribuiu a culpa do encerramento contratual a todos os atletas. A derrota de ontem foi um verdadeiro balde de água fria no processo de reestruturação e testes que Marcelo vinha fazendo. Durante o início da temporada, foi difícil ver o Palmeiras seguir com a mesma escalação.  #Copa Libertadores 2016