O Corinthians está muito preocupado com seu atleta Alexandre Pato, o jogador acertou seu empréstimo para jogar no Chelsea no começo do ano, e ainda não jogou. 

A situação de Pato no Timão é insustentável desde a briga que ele teve com torcedores, e como forma de tentar recuperar parte dos R$ 41 milhões que o time investiu no ano de 2012 ao comprá-lo do Milan, o clube viu na transferência para o clube inglês a chance de recuperar o montante gasto.

Mas com o tempo passando e o atleta não sendo aproveitado pelo técnico Hiddnik, o clube brasileiro ligou o sinal de alerta, pois com a eliminação do Chelsea na Champions League, o atleta ter, no máximo 13 jogos pela frente, isto é, se ele entrar em campo.

Publicidade
Publicidade

A única esperança que resta para o #Corinthians é de que Alexandre Pato tenha uma sequência de jogos, com boas atuações, assim, quem sabe, o Chelsea não exerça seu direito de compra, ou ainda, outro clube o compre. 

Como o contrato do atleta vence no final desse ano, a diretoria corintiana já vê como que quase inevitável a perca de dinheiro com o atleta.

Outra opção que o clube enxerga é um novo empréstimo do jogador, assim se livraria do altíssimo salário que é desembolsado pela equipe, R$ 800 mil, essa possibilidade só irá acontecer se Pato estender seu contrato com o clube, coisa que é muito difícil que ocorra. 

Lembrando que a partir de do mês de julho o atleta já pode assinar um pré-contrato com qualquer equipe, se isso acontecer o clube de Itaquera terá um prejuízo enorme.

O clube ainda conta com a "má vontade" de Pato para jogar em mercados menores, pois no começo da temporada o atleta recebeu uma proposta de R$ 5 milhões mensais de um clube da China, e o jogador simplesmente recusou a proposta por querer jogar em algum clube da Inglaterra, o que irritou profundamente os dirigentes da equipe.

Publicidade

E a última opção, mas que é praticamente impossível que ocorra, é que o atleta seja reintegrado ao elenco corintiano, mas a direção da equipe teme que protestos por parte de seus torcedores possa ocorrer. #Futebol