Bruno de Carvalho foi atacado e humilhado por um grupo de alegados sportinguistas que hoje, dia 11 de março, partilharam nas ruas de Lisboa uma lista com 21 razões que provam que Presidente do Sporting está fazendo com que o clube entre em declínio. Além das suas relações com Jesus, o contrato com a NOS, que alegadamente é mentira, e o seu passado enquanto empresário, que terá terminado sempre mal, são alguns dos motivos para os responsáveis pelos panfletos garantirem que, com Bruno de Carvalho na liderança, o Sporting está em risco de desaparecer.

Mentiras, uma personalidade egocêntrica e conflituosa, mas também um mau líder, são essas algumas das razões apontadas por vários sportinguistas para que Bruno de Carvalho tenha que sair urgentemente do clube.

Publicidade
Publicidade

Porém, o que parece ser mais preocupante para a torcida do Sporting é o surpreendente prejuízo que o clube apresentou nos últimos meses de 2015: que chegam aos 18 milhões de euros, um valor muito preocupante para qualquer time português.

“Tem auto-estima exagerada. Não sente remorsos ou culpa de nada. Adora ser o centro do mundo. Todas as empresas que abriu, faliu. Ficou com dívidas ao fisco, mas o fisco é que é culpado”, são esses alguns dos podres revelados pelos responsáveis de centenas de panfletos que foram espalhados na capital portuguesa, incluindo nos locais onde estão os mídia portuguesas, tal como garante o site “Notícias ao Minuto”.

O título desse panfleto é claro: “Porque é que Bruno de Carvalho é perigoso”, dando uma extensa lista de razões para que os sportinguistas, mas também todos os seguidores do futebol português, fiquem muito preocupados com o futuro do Sporting que, caso se confirmem todas essas informações,- muitas delas já provadas como sendo verdadeiras-, Bruno de Carvalho pode mesmo sair do seu cargo de Presidente do clube, sobretudo se no final da temporada o clube não conseguir ser Campeão Nacional, algo que pode perfeitamente acontecer, visto que o time está atualmente em segundo lugar, atrás do rival Benfica.

Publicidade

#Europa #Futebol Internacional