O maestro Roger Federer, vencedor de 17 Grand Slams, estará de volta às quadras nesta semana no aberto de Miami nos Estados Unidos. Após ser submetido a uma cirurgia no joelho e ficar dois meses afastado das quadras, o suíço, atual número 3 do ranking, anunciou seu retorno ao circuito.

Federer não joga desde a semifinal do Aberto da Austrália em 28 de janeiro, quando foi derrotado por Novak Djokovic.

A confirmação de sua volta foi dada por seu agente, Tony Godsick, e recebida com grande alegria pela organização do torneio. Inicialmente, Roger tinha uma programação de retornar para a disputa dos torneios de Roterdã e Dubai, além de Indian Wells que se encerrou neste domingo, mas não foi possível.

Publicidade
Publicidade

Assim, ele disputará o Masters 1000 de Miami além de incluir em sua agenda o torneio de Monte Carlo em abril, no saibro, torneio que não estava previsto em seu calendário de 2016.

Embora Federer não tenha conseguido cumprir seu cronograma pós-cirúrgico, ele conseguiu adiantar a previsão de retorno, que era para o final de maio, onde voltaria apenas para o Grand Slam francês de Roland Garros.

Vale mencionar que o suíço já venceu o torneio de Miami em duas oportunidades (2005 e 2006). Em 2014 ele foi eliminado nas quartas de final e em 2015 não participou.

Com a confirmação da participação de Roger Federer também no Masters 1000 de Monte Carlo, serão nove entre os top 10 do Ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais). Estará ausente apenas o japonês Kei Nishikori, atual número 6 do ranking.

Publicidade

Federer nunca foi campeão em Monte Carlo. Ele disputou quatro finais, e perdeu três para o espanhol Rafael Nadal e uma para seu compatriota Stan Wawrinka.  

O veterano jogador de 34 anos voltará a desfilar seu #Tênis clássico para os amantes da bolinha amarela.

O Brasil no Masters 1000 de Miami

Também teremos brasileiro nas quadras de Miami. No simples masculino, Rogério Dutra Silva, João Souza, o Feijão, e Thomaz Belucci lutarão por vitórias. No feminino, Teliana Pereira. Nas duplas, Marcelo Melo, Bruno Soares e André Sá tentarão manter as duplas do Brasil no topo.Masters 1000de Miami

E hoje já temos programação de jogos para os brasileiros: na quadra 9, o brasileiro João Souza (239 do ranking) enfrenta o francês Kenny De Shepper (140 do ranking). Na quadra 5 Rogerinho Dutra Silva (104 do ranking) enfrenta Ryan Shane dos Estados Unidos (707 do ranking). #Resenha Esportiva