A sétima temporada da Street League Skateboarding, a Liga dos skatistas profissionais de rua, terá a participação de quatro representantes do Brasil. Luan de Oliveira, Felipe Gustavo e Kelvin Hoefler ganharam a companhia de Carlos Ribeiro no circuito mundial que passará pela Espanha, Alemanha e #EUA

Ribeiro ganhou a vaga no domingo, quando conquistou a segunda colocação no Tampa Pro, campeonato de skate mais tradicional do mundo. O evento valeu pontos para a SLS e os dois melhores colocados que não estavam entre os 25 da Liga ganharam vagas.

A Street League

Criada em 2010, a Street League foi um revolucionário projeto de competições idealizado pelo ex-skatista profissional Rob Dyrdek.

Publicidade
Publicidade

Com sua experiência e decepção pela forma como que os eventos de skate eram realizados, Dyrdek decidiu criar seu próprio conceito de campeonatos de skate. Ele desenvolveu um sistema de computação para julgar manobras, convidou 25 dos melhores skatistas do mundo para assinar um contrato de exclusividade e começou a oferecer a oferecer as melhores premiações, cerca de 2 milhões de dólares por temporada. A Liga fez sucesso e seu modelo está sendo estudado para ser usado nas Olimpíadas de Tokyo, caso o COI aprove na convenção na antecede a Rio 2016

Luan Oliveira foi um dos primeiros contratados da Liga e é o skatista favorito do público. Em 2014 a SLS fez uma enquete online e o gaúcho foi o mais votado. 

Kelvin Hoefler e Felipe Gustavo estão na Liga desde 2015. Os dois conquistaram suas vagas exatamente como Carlos Ribeiro, com ótimas colocações no Tampa Pro.

Publicidade

Além dos brasileiros, fazem parte da Street League Skateboarding os canadenses Micky Papa, Matt Berger e Ryan Descenzo, o colombiano David Gonzalez, o francês Bastien Salabanzi, o australiano Shane O´Neill, o porto-riquenho Manny Santiago e os norte-americanos Paul Rodriguez, Chris Cole, Trevor Colden, Sean Malto, Tom Asta, Kevin Bradley, Nyjah Huston, Cody McEntire, Chaz Ortiz, Torey Pudwill, Miles Silvas, Evan Smith, Davis Torgerson, Ishod Wair e Kyle Walker.

O World Tour da Street League agora segue para Barcelona, onde rolará o Pro Open. Será a última chance para dois skatistas integrarem a temporada 2016. 

A temporada acaba em outubro, quando os oito melhores do ano e as oito meninas que mais se destacarem participam do Super Crown Championship em Los Angeles. O evento é considerado o Super Bowl do skate e em 2015 os campeões foram os paulistas Kelvin Hoefler e Leticia Bufoni.