Enfim, a pernambucana Teliana Pereira anotou seu primeiro triunfo na atual temporada do circuito da WTA, na estreia do Premier de Miami. Depois de seis tentativas frustradas, sem ganhar sequer um set neste período, a tenista número 1 do Brasil e 50ª colocada do ranking de entradas derrotou a compatriota Beatriz Haddad Maia por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-2) e 6/1, após duelo de 1h37. Este foi o primeiro encontro entre elas pelo circuito profissional.

Na segunda rodada do WTA Premier de Miami, Teliana Pereira terá uma missão duríssima em busca de preciosos pontos, já que seu início de ano foi desapontador. A tenista de 27 anos tem encontro marcado com a musa sérvia Ana Ivanovic, ex-número 1 do mundo, e que saiu adiantada na competição por ser a cabeça de chave 16 do evento.

Publicidade
Publicidade

A brasileira já enfrentou adversárias dentro do top 20 por cinco vezes e ainda não obteve sucesso contra adversárias deste calibre.

A partida entre Teliana e Beatriz Haddad Maia só demonstrou equilíbrio no primeiro set, quando a canhota paulista conseguiu se recuperar e levar a parcial para o tiebreak. Mesmo assim, a experiência de Teliana fez a diferença sobre a rival de 19 anos, que nunca havia disputado um evento deste nível na carreira. No segundo set, Pereira abriu logo de cara 4/0 e não foi mais ameaçada por Bia Haddad, que recebeu convite da organização para jogar em Miami, evento disputado sobre o piso sintético e com cerca de US$ 7 milhões em premiações totais.

Brasileiros caem no qualificatório

Já na chave masculina do torneio disputado nos #EUA, os dois brasileiros que tentaram a sorte por vagas no evento principal pararam na rodada final do qualificatório.

Publicidade

Rogério Dutra Silva, número 104 do mundo, foi superado pelo norte-americano Tommy Paul por 2 sets a 0, parciais de de 6/2 e 6/3, em apenas 62 minutos. Já João "Feijão" Souza deu mais trabalho para cazaque Mikhail Kukushkin, porém, ele acabou sendo eliminado em sets diretos, com parciais de 6/4 e 7/6 (7-4), pelo cabeça de chave 2.

Desta forma, apenas o paulista Thomaz Bellucci representará o Brasil na chave de simples. O paulista abre campanha no Masters 1000 de Miami diante do local Brian Baker - que joga com ranking protegido - ou de um atleta que sairá do qualificatório. O canhoto de Tietê não atravessa bom momento e acumula quatro derrotas consecutivas, desde que ficou com o vice-campeonato no ATP 250 de Quito, no Equador. Desde então, perdeu nas estreias do Rio Open, do Brasil Open e do Masters 1000 de Indian Wells. #Entretenimento #Tênis