O jovem Thiago Monteiro mais uma vez demonstrou muita capacidade e força de vontade neste início de temporada. Nesta quarta-feira, em partida válida pelas oitavas de final do challenger de Santiago, o cearense despachou o argentino Facundo Arguello, sexto pré-classificado do evento, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 7/6 (7-5), depois de 2h31 de batalha. O brasileiro agora tem encontro marcado contra quem passar do embate entre o espanhol Roberto Carballes Baena, 107º do mundo, e o argentino Juan Ignacio Londero, 283º.

Monteiro começou o ano de 2016 com tudo, aproveitando bem os convites recebidos para disputar o Rio Open, palco da Rio-2016, e o Brasil Open.

Publicidade
Publicidade

No primeiro torneio, ele derrotou o francês Jo-Wilfried Tsonga, então número 9 do ranking de entradas da ATP. Na sequência, foi eliminado pelo uruguaio Pablo Cuevas, que viria a conquistar a competição. Na semana seguinte, o tenista de 21 anos derrotou o espanhol Nicolás Almagro, tricampeão do Brasil Open logo na estreia, e depois ainda venceu Daniel Muñoz de La Nava. Mais uma vez, seu algoz foi Cuevas, que embalado, ficou com o bicampeonato em São Paulo.

Com os recentes resultados, Thiago Monteiro conseguiu atingir o melhor ranking da carreira, alcançando o 236º posto. Sem muitos pontos para defender até maio, ele se aproxima a passos largos rumo ao inédito top 200. No momento, o canhoto já estaria subindo para o número 213. O cearense só joga agora na sexta-feira, o que significa um bom tempo de descanso depois do confronto duríssimo diante de Facundo Arguello.

Publicidade

O Brasil segue bem representado no challeger de Santiago com o paulista Rogério Dutra Silva, número 2 do Brasil e 114º do ranking, e o gaúcho Guilherme Clezar, 173º., que agora vão se enfrentar por uma vaga nas semifinais. Rogerinho, cabeça de chave 3, eliminou o dominicano José Hernandez-Fernandez por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (7-5) e 6/3. Já Clezar passou pelo francês Mathias Bourgue em sets diretos, placar final de 6/4 e 7/6 (7-5). O experiente Rogerinho e Clezar já se pegaram pelo circuito profissional em cinco ocasiões, com três triunfos a favor do gaúcho. O torneio, com premiação de US$ 50 mil, mais hospedagem, é disputado em piso de saibro.

Challenger de Puebla

O paulista João "Feijão" Souza ganhou seu segundo compromisso no challenger de Puebla e já está na fase de quartas de final. Atual número 253 do mundo, depois de despencar devido ao mau início de temporada, o tenista de Mogi das Cruzes derrotou o o belga Yannnik Reuter por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/2. Ele aguarda o vencedor do jogo envolvendo o alemão Benjamin Becker, principal favorito, ou tcheco Robin Stanek.

Publicidade

Já o gaúcho André Ghem estreou no evento mexicano com uma vitória mais apertada. O veterano tenista de 33 anos bateu o lituano Laurynas Grigelis com parciais de 6/4 e 7/6 (11-9), e terá o italiano Stefano Napolitano, 400º da ATP, pela frente. A competição também é disputada na terra batida, mas oferece premiação total de US$ 75 mil. #Entretenimento #Rio2016 #Tênis