Aqueles que gostam de esporte, mas não acompanham #Basquete, certamente já ouviram falar da NBA (basquete profissional americano). Se ouviram falar da NBA ou mesmo já tiveram o prazer de assistir a alguma partida, certamente se impressionaram com o nível de jogo apresentado! Mas, para aqueles que acompanham, estes certamente têm se encantado com Stephen Curry. 

Este cidadão, que atua pelo time do Golden State Warriors, tem protagonizado atuações de tirar o fôlego. Para quem não tem o hábito de acompanhar, é um colírio para os olhos. Ele é sem dúvida um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos, e tem revolucionado o jogo com arremessos e lances, digamos, não muito convencionais.

Publicidade
Publicidade

Vou tentar retratar um destes aqui rapidamente.

Na partida do último domingo diante do Oklahoma City Thunder, com o placar empatado em 118 a 118, durante a disputa da prorrogação, os Warriors disputavam uma bola no rebote defensivo. Curry recebeu a bola em sua própria quadra, faltando 5 segundos para zerar o cronômetro. Ele a levou ao ataque, parou e converteu um chute de três pontos. A bola cruzou o aro faltando 6 décimos de segundo, ou seja, a partida estava decidida!

Sabe-se que jogos de basquete serem definidos a poucos segundos do fim não é nenhuma novidade, mas a forma como esta foi definida, sim. Pois o local de onde Curry arremessou, realmente não é nada comum. A distância da linha dos três pontos da NBA fica a 7,2 metros da cesta. O chute de Curry partiu de 9,7 metros. Isso mesmo.

Publicidade

Quando ele arremessou ele estava 2,5 metros antes da linha quando soltou a bola, pois como disse, quando ele pegou a bola e a levou ao ataque ele apenas atravessou para a quadra adversária, e chutou de onde deu. 

E isso tem sido normal para ele. Uma jogada que ele mesmo afirmou ser fruto de muito treino e confiança, e que sem dúvida os adversários não estão preparados para marcar.  Stephen Curry além de tudo, é o maior arremessador de três pontos da história da NBA.

No jogo do final de semana, ele estabeleceu o novo recorde de chutes deste tipo em uma mesma temporada: 288, sendo que ainda faltam vinte e três jogos para o fim da temporada regular. Sem falar da sua capacidade coletiva, que faz o time ser exuberante em quadra deixando o espetáculo ainda mais belo, assemelhando e muito os Warriors ao Barcelona, bem como Stephen Curry a Lionel Messi. Um verdadeiro deleite. #Entretenimento