O Atlético Mineiro empatou com o Racing por 0 a 0 nesta quarta-feira, no estádio El Cilindro, em Buenos Aires (Argentina), pelo jogo de ida da oitavas de final da Libertadores. Os times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Independência. Empate com gols dá a vaga aos argentinos. Novo 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis. Se algum time vencer, leva a vaga.

Antes do jogo de volta da Libertadores, o Galo visitará o América-MG, no domingo, na Arena Independência, às 16h, pelo jogo de ida da final do Campeonato Mineiro.

O jogo

O Racing empurrado por sua torcida tratou de pressionar o Atlético.

Publicidade
Publicidade

Logo no início, falta para o Racing, Romero fez cruzamento para área, e Nicolás Sánchez cabeceou com perigo. Mas Victor defendeu com firmeza. O Atlético respondeu aos 11 minutos, Lucas Pratto recebeu passe na meia-lua, girou e chutou para o gol, Saja defendeu com tranquilidade. Um minuto depois, após escanteio cobrado na área, a bola foi cabeceada para Grimi, que mandou a bola para fundo das redes, mas o árbitro marcou impedimento no lance.

O Atlético chegou aos 34 minutos, a defesa do Racing deu bobeira, a bola ficou com Pratto que chutou de longe, a bola desviou e quase surpreendeu o goleiro Saja. No ultimo lance do primeiro tempo, Dátolo fez cruzamento para a área, Urso cabeceou e a bola passou com muito perigo. 

No início do segundo tempo, Romero tentou surpreender Victor cobrando falta direto para o gol, mas o goleiro do Atlético fez a defesa.

Publicidade

Seis minutos depois, chutou para o gol, a bola desviou na defesa do Atlético, Victor teve que se esticar todo para evitar o gol. Aos 15 minutos Pratto perdeu boa chance. O Galo puxou bom contra ataque, Pratto recebeu passe em velocidade e bateu para o gol, a bola passou com perigo. Quatro minutos depois o Racing quase marcou o gol. Romero deu belo lançamento na área pra Lisandro, que chutou forte e a bola explodiu no travessão de Victor.

Aos 25 minutos, Marcos Rocha fez belo lançamento para Robinho, que cara a cara com Saja tentou encobrir o goleiro, a bola passou muito perto da trave. Logo em seguida outro lance de perigo do Galo, Robinho deixou Urso na cara do gol, mas o volante chutou a bola em cima do goleiro. No ultimo lance de perigo do jogo, após boa triangulação do Racing, Videla cruzou a bola na área, Vittor cabeceou e a bola passou rente a trave de Victor. #Futebol #Atlético Mineiro #Copa Libertadores 2016