O Atlético Mineiro goleou o Melgar por 4 a 0 nesta quinta-feira (14), no Mineirão. O galo precisava de um simples empate para se classificar, mas a equipe mineira deixou isso de lado e foi para cima do Melgar. Com 16 minutos de jogo, estava 3 a 0, com gols de Thiago, Robinho e Pratto. O quarto gol saiu no segundo tempo com Carlos. Com a vitória, o galo foi primeiro colocado no Grupo 5 da Libertadores com 13 pontos, classificando-se ao lado do Independiente del Valle.

O Grupo 5 da Libertadores ficou assim: o #Atlético Mineiro ficou em primeiro com 13 pontos, o segundo foi o Independiente del Valle com 11 pontos, o terceiro colocado foi o Colo-Colo com 9 pontos e o saco de pancadas do grupo, o Melgar, não marcou nenhum ponto sequer na Libertadores.

Publicidade
Publicidade

O Jogo

O Atlético começou arrasador para cima do Melgar. Com 16 minutos de jogo já estava 3 a 0 para a equipe mineira. O primeiro gol saiu com menos de 1 minuto. O goleiro do Melgar espalmou a cabeçada de Júnior Urso e Thiago aproveitou o rebote e abriu o placar. O galo chegou novamente aos 5 minutos. Júnior Urso fez cruzamento da direita, Robinho pegou mal na bola, a finalização acabou virando um passe, e Cazares cabeceou na trave. 

O segundo gol atleticano saiu aos 7 minutos. Marcos Rocha cruzou da direita, Robinho, em posição irregular, cabeceou a bola e mandou para o fundo das redes. Aos 16 minutos, pênalti para o galo. Júnior Urso foi derrubado por Bolaños na área. Lucas Pratto encheu o pé, bate no canto esquerdo de Ferreyra.

O galo seguia criando boas chances de gol, mas não tinha a mesma pegada do início do jogo.

Publicidade

O Melgar pouco perigo oferecia ao gol de Victor. No segundo tempo, o time peruano teve uma boa chance aos 15 minutos. Cuesta recebeu lançamento no ataque, invadiu a área, driblou Victor, mas demorou para chutar. Ele bateu, mas Tiago impediu o gol.

O quarto gol do Atlético saiu aos 23 minutos. Júnior Urso fez boa jogada pela lado direito da área do Melgar e cruzou. Carlos meteu a cabeça na bola e mandou no canto esquerdo de Ferreyra. Daí em diante, o Atlético teve mais três oportunidades para aumentar a vantagem, mas não aproveitou. E ficou na bronca com arbitragem por dois possíveis pênalti não marcados. #Copa Libertadores 2016