O Corinthians enfrentou o Nacional-URU nesta quarta-feira (27), no Parque Central, em Montevidéu, no jogo de ida das oitavas de final da #Copa Libertadores da América e voltou do Uruguai com um empate sem gols.  

Primeiro tempo

Os donos da casa se impuseram desde o início da partida. Com uma marcação avançada, pressionavam o #Corinthians no campo de defesa e evitavam que a equipe brasileira tocasse a bola com tranquilidade.

Aos 15 minutos de jogo, o Nacional contou com desatenção da defesa corintiana e quase abriu o placar com Nico López. O atacante da equipe uruguaia teve uma chance ainda melhor aos 29 minutos, quando recebeu a bola livre na área e tocou à direita do gol na saída de Cássio.

Publicidade
Publicidade

A defesa do Corinthians mostrava insegurança. O ataque do Nacional não conseguia marcar, a torcida local não parava de cantar um minuto e assim terminou a etapa inicial.

Segundo tempo

Gustavo Múnua e Tite não mudaram suas equipes para o segundo tempo. O Corinthians passou a ter mais controle sobre a partida porque o Nacional não tinha o mesmo ímpeto da primeira etapa, mas o alvinegro sofria com as bolas pelo alto.

Aos 19, os uruguaios tiveram boa chance. Barcia cruzou para Fernández cabecear e Cássio espalmar para o meio. No rebote, Fagner mandou a bola para escanteio antes que López chegasse nela.

Aos 37, o Nacional teve outra chance de abrir o placar, mas Romero mandou por cima do gol, após receber a bola de Espino.

Jogo de volta

Corinthians e Nacional se enfrentam na próxima quarta-feira (4), às 21h45 (horário de Brasília), na Arena Corinthians.

Publicidade

Empate sem gols leva a decisão para os pênaltis. Qualquer outro empate dá a classificação aos uruguaios. O Corinthians precisa de uma vitória simples para avançar às quartas de final.  

FICHA TÉCNICA

Local: Parque Central, em Montevidéu (Uruguai) Árbitro: Patrício Loustau (Argentina) Assistentes: Eduardo Cardozo e Roberto Cañete (PAR) Cartões amarelos: Polenta, Sebastián Fernández, Elias, Felipe

NACIONAL: Conde; Fucile, Victorino, Polenta e Espino; Barcia e Romero; Porras, Ramírez e Sebastián Fernández; Nico López. Treinador: Gustavo Munúa  

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique; Alan Mineiro (Marlone), Elias, Rodriguinho e Lucca; André. Treinador: Tite #Copa Libertadores 2016